Bicampeã olímpica no Boxe (em Londres-2012 e Rio-2016), além de tetracampeã mundial em quatro organizações distintas, Claressa Shields está pronta para um novo desafio em sua carreira. A americana vai realizar a transição para o MMA e, de acordo com informação do site MMA Junkie divulgada na última segunda-feira (30), Shields assinou contrato com a PFL (Professional Fighters League), onde vai fazer seus combates como peso-leve (até 70kg).

A organização pretende organizar com Claressa o mesmo plano de carreira realizado com Kayla Harrison, bicampeã olímpica no Judô: de início, disputar confrontos na franquia com a intenção de ganhar experiência nas artes marciais mistas para, assim, entrar no GP peso-leve da PFL, onde a vencedora do torneio leva o grande prêmio de US$ 1 milhão – assim como os campeões de outras categorias. Harrison, vale ressaltar, é uma das grandes estrelas da companhia americana e, desde que migrou para o MMA, contabiliza um cartel invicto de oito vitórias, além de ser a atual campeã do GP dos Leves da Professional Fighters League.

Claressa Shields, vale citar, é amiga pessoal de Cris Cyborg e, em algumas ocasiões, já manifestou seu interesse de enfrentar Amanda Nunes, atual campeã peso-galo e pena do UFC. A americana, de 25 anos, é invicta em sua trajetória no Boxe profissional, com dez triunfos contabilizados. Já no Boxe amador, o número impressiona, com 77 resultados positivos e apenas uma derrota sofrida. Shields entrou no ringue pela última vez em janeiro deste ano, quando derrotou a croata Ivana Habazin na decisão dos árbitros.