Ao derrotar Marlon Vera no último dia 19 de dezembro, José Aldo lançou desafio, especificamente, a dois ex-campeões da categoria peso-galo: TJ Dillashaw e Dominick Cruz. No entanto, outro ex-detentor do cinturão da categoria até 61kg do UFC está de olho em um possível combate diante do brasileiro. Trata-se de Cody Garbrandt, que após amargar três derrotas consecutivas, venceu sua última luta, contra Raphael Assunção, que foi realizada no mês de junho.

O americano anunciou sua descida para o peso-mosca e tinha esperanças de disputar o título da divisão, todavia, viu a chance “esfriar” após a possibilidade de revanche entre o atual campeão, Deiveson Figueiredo, e o desafiante Brandon Moreno ganhar força para o ano de 2021, tendo em vista que o primeiro duelo entre os atletas terminou em empate. Empresário de Garbrandt, Ali Abdelaziz não escondeu que um confronto do seu atleta contra o ex-campeão peso-pena do Ultimate seria uma possibilidade interessante para o americano no peso-galo.

“Tenho interesse em Cody Garbrandt x José Aldo no peso-galo. Se o campeão dos moscas (Deiveson Figueiredo) estiver disponível, o Cody é 100% o desafiante número 1. É o que diz o Dana White. Se não estiver disponível, todo mundo tem luta marcada ou vem de derrota. O Cody precisa de uma luta para levantá-lo. E José Aldo é a luta para isso. Uma luta principal, com cinco rounds. Por que não?”, indagou Ali, em entrevista ao site americano MMA Junkie.

Apesar de Ali Abdelaziz afirmar que Cody Garbrandt é o desafiante número 1 ao cinturão no peso-mosca, vale ressaltar que o americano ainda não realizou lutas na categoria e sequer está no ranking da classe de peso. No entanto, Cody foi escalado para enfrentar Deiveson Figueiredo pelo título no UFC 255, entretanto, Garbrandt se lesionou e precisou ser retirado do card. Já nos galos, o “No Love” ocupa atualmente a terceira colocação na lista, enquanto José Aldo é o primeiro, atrás apenas do atual campeão da divisão, o russo Petr Yan.