Khabib Nurmagomedov colocou um ponto final na sua carreira no último mês de outubro, logo após finalizar Justin Gaethje pela luta principal do UFC 254. O russo, porém, segue como campeão dos leves e na primeira posição do ranking peso-por-peso do Ultimate. E a expectativa de Dana White, presidente da companhia, é que “The Eagle” recue e desista da aposentadoria.

No entanto, o desejo de Dana não é tão simples assim. Em entrevista ao jornalista russo Igor Kakdela durante o lançamento do seu próprio evento de MMA, o Eagle Fighting Championship, Khabib descartou lutar contra o vencedor de Conor McGregor e Dustin Poirier, que se enfrentam em janeiro de 2021.

“Pra que? Eu estrangulei os dois. Por que faria isso? Só por dinheiro. Não há interesse esportivo. Eu estrangulei os dois, ambos eram campeões, ambos se renderam a mim. Como nosso provérbio diz: um cavalo não corre até que o burro vença. Burros nem participam em competições em que cavalos correm”.

Apesar de seguir uma postura convicta da aposentadoria, Khabib pontuou que o valor de uma bolsa inédita na história do MMA, mais de meio bilhão de reais, poderia mudar o seu pensamento sobre um retorno.

“Não tenho nenhum interesse em enfrentar esses oponentes. Imagine que o UFC te oferecesse US$ 100 milhões (mais de R$ 520 milhões). Isso já é um problema (risos). Mas não há interesse esportivo aí”, disse.