* Após ficar cerca de 15 meses longe do cage, Neiman Gracie retornou em setembro às atividades para encarar o experiente Jon Fitch na edição 246 do Bellator. O faixa-preta de Jiu-Jitsu impôs seu jogo e finalizou o americano com uma chave de calcanhar no segundo round. À TATAME, o meio-médio analisou sua performance e garantiu que pode lutar e vencer os melhores.

“Acho que foi uma grande atuação. Mostrei evolução no meu jogo desde a última luta. Uma evolução na parte técnica com uma melhora no meu jogo de grade e na minha trocação. Teve também uma evolução na parte psicológica. A minha última luta ajudou a me mostrar que eu posso lutar contra os melhores e vencer”.

Com a vitória sobre Fitch, Neiman chegou à marca de dez triunfos e apenas uma derrota no MMA. Deste modo, o carioca acredita que está pronto para disputar o cinturão dos meio-médios e é um dos primeiros nomes da categoria até 77kg. Vale lembrar que o campeão é o também brasileiro Douglas Lima, que subiu para os médios e tentou o título vago no último dia 29 de outubro, mas perdeu para Gegard Mousasi.

“Acredito que sou o desafiante número um. Mas, se eles me oferecerem mais uma luta antes, eu luto também. Quem quer ser campeão, luta com todo mundo. Não tem essa. É a minha mentalidade”, disse.

Outro nome que desponta na categoria é o do inglês Michael Page, um dos atletas que o Bellator tem todo o cuidado para promover e projeta como uma possível estrela da companhia. Em 19 lutas, venceu 18 e foi derrotado apenas uma vez. Neiman se colocou à disposição para encarar o Venom: “Eu já mostrei interesse por essa luta. Da minha parte, estou dentro! Só falta ele e o evento botarem essa luta”, concluiu o Gracie.

* Por Yago Rédua