Um importante duelo envolvendo dois brasileiros pela divisão dos galos está sendo programado pelo UFC para o dia 27 de fevereiro, segundo informações do site Sherdog. Trata-se de Raphael Assunção, nono no ranking da categoria, contra Raoni Barcelos, em ascensão após anotar cinco vitórias seguidas. Aos 38 anos, Raphael vive a pior fase da sua carreira. Vindo de três derrotas, para Cody Garbrandt, Cory Sandhagen e Marlon Moraes, o pernambucano venceu pela última vez em julho de 2018, quando superou Rob Font. Desde 2011 no Ultimate, Assunção tem 11 resultados positivos e cinco reveses na organização.

Já Raoni passa por situação oposta a do compatriota. Aos 33 anos, o pupilo de Pedro Rizzo ainda não sabe o que é perder no UFC, com cinco triunfos, o mais recente deles em novembro, contra
Khalid Taha. Dono de um cartel com 11 vitórias e somente uma derrota, Barcelos vê contra Raphael a chance de, em caso de vitória, finalmente ingressar no ranking peso-galo.

Matheus Nicolau retorna ao Ultimate

Cortado da organização em 2018, o brasileiro Matheus Nicolau está de volta ao UFC. A informação foi confirmada pela própria companhia nas suas redes sociais, que ainda anunciou o combate entre Nicolau e o russo Tagir Ulanbekov para 23 de janeiro, no peso mosca. Desde que deixou o Ultimate, o mineiro finalizou Alan Gabriel no Future FC 5 e bateu Felipe Efrain por decisão unânime dos jurados no BRAVE CF 25.

Aos 27 anos, Matheus soma 15 triunfos e duas derrotas no MMA e, em sua primeira passagem no UFC, venceu Bruno Mesquita, John Moraga e Louis Smolka, até sofrer um nocaute para Dustin Ortiz no primeiro round. Dois anos mais velho que Nicolau, o russo Tagir Ulanbekov vai fazer sua segunda luta no Ultimate. Ele venceu Bruno Silva na estreia e, até o momento, acumula 11 vitórias e somente um revés como profissional.

Carlos Boi pega Justin Tafa em janeiro

Em busca da sua segunda vitória no octógono, o brasileiro Carlos Boi foi escalado para enfrentar Justin Tafa no dia 16 de janeiro, em edição do UFC Fight Night. Aos 25 anos, o peso-pesado baiano estreou no Ultimate com derrota e, em sua última luta, em outubro, venceu Yorgan De Castro por decisão unânime dos jurados. Dois anos mais velho, Tafa tem o mesmo retrospecto do brasileiro no UFC: debute com revés e vitória por nocaute contra Juan Adams, em fevereiro. O australiano, por sinal, tem todas as suas lutas encerradas por nocaute, com quatro triunfos e uma derrota até agora.