Em ação no UFC 257, realizado no último sábado (23), Antônio Cara de Sapato foi superado por Brad Tavares na decisão unânime dos jurados e, diante disso, amargou sua terceira derrota consecutiva, entrando em situação de risco dentro da organização, que tem como “política” dispensar atletas que vêm de três ou mais reveses em sequência. O brasileiro, vale ressaltar, já chegou a emplacar cinco vitórias seguidas na companhia e já esteve no Top 15 do ranking peso-médio do Ultimate.

O resultado negativo de Cara de Sapato gerou repercussão e comentários, um deles feito por Paulo Borrachinha. Ex-desafiante ao cinturão peso-médio do UFC e com luta marcada diante de Robert Whittaker, o mineiro, que já chegou a trocar provocações com Antônio, negou que seja um “rival” do seu compatriota e, ao falar sobre o atual momento do atleta da American Top Team, afirmou que o faixa-preta de Jiu-Jitsu corre sério risco de demissão.

“Muita gente acha que tenho algo contra o Cara de Sapato, que somos rivais, mas nada disso, não vejo dessa forma. Já zoei ele no Instagram, no passado, porque ele gostava de citar meu nome, então eu apenas apenas respondia, chamava ele de ‘Cezar Mutante 2.0’. Enfim, acho que o Cara de Sapato, assim como o Mutante, vai acabar sendo demitido, por conta da política do UFC, por vir de várias derrotas seguidas e não estar no ranking. Pelo fato do UFC estar cortando vários atletas, acho que ele não resiste. Talvez tenha mais alguma oportunidade, mas acho difícil”, opinou Borrachinha, através de seu canal no YouTube, para logo depois falar sobre o desempenho de Cara de Sapato na luta contra Brad Tavares.

“Acho que ele fez o que sempre faz, o que estava na capacidade dele. Todos sabem que ele não é um exímio lutador em pé, é no chão a parte que ele é melhor, mas ele não conseguiu derrubar o Tavares. Assisti à luta com o Eric Albarracin (treinador de Wrestling) e ele me disse que o Cara de Sapato cometeu alguns erros técnicos. Ele se cansou tentando derrubar o Brad Tavares e isso piorou o seu jogo em pé”, analisou.

Veja o vídeo completo abaixo: