Com a impressionante vitória sobre Calvin Kattar, no último sábado (16), pela luta principal do UFC Fight Island 7, Max Holloway bateu oito recordes em duelos válidos pelo Ultimate e, diante do desempenho de gala na trocação, não perdeu tempo em afirmar que ele é o “melhor boxeador da organização”. A declaração do ex-campeão peso-pena chamou a atenção de Conor McGregor, que através das redes sociais, zombou do comentário feito pelo havaiano, tendo em vista que o irlandês – dono de 19 nocautes na carreira – já lutou por dez rounds contra Floyd Mayweather, considerado um dos melhores lutadores da história do Boxe.

Às vésperas de fazer seu retorno ao Ultimate, no próximo sábado (23), contra Dustin Poirier na luta principal do UFC 257, McGregor já deixou claro que pretende estar mais ativo dentro da organização e, ao que parece, uma nova luta contra Holloway também estaria em seus planos, já que Max deu a entender que gostaria de ter uma revanche contra Conor. Em entrevista ao canal do YouTube “The Mac Life”, “The Notorious” disse novamente que o havaiano não é o melhor boxeador do UFC e vai provar isso no confronto com Poirier.

“Ele (Max Holloway) não é o melhor boxeador. Não há dúvida quanto a isso e vou provar (na luta contra Dustin Poirier). Vamos ver o que Holloway tem a dizer no domingo de manhã. Eu vou chutar a cabeça do Dustin como da última vez. Eu tinha a turma do Boxe comigo e acabei chutando Donald Cerrone na cabeça, e ainda quebrei a sua cara com os meus ombros. Tenho muitos golpes e eles vão surgir de forma mágica no sábado à noite”, projetou o ex-campeão peso-pena e leve do UFC, que voltou a falar de Holloway na sequência.

“Achei que foi uma performance sólida (de Holloway contra Kattar). Holloway lutou contra uma revelação e se saiu bem. Eu estava tipo: ‘Esse é o Holloway?’. Obviamente, ele está no jogo e, definitivamente, está a caminho de me enfrentar. Eu ficaria feliz em reencontrar Holloway e, depois de uma performance como essa, ele se colocou no topo. Ele é alto, mais alto do que eu, então pode subir de categoria. Holloway só lutou uma vez nos leves e foi contra Dustin Poirier. Ele estava sem energia, mas certamente pode fazer isso de novo. Nunca se sabe, mas uma revanche (diante de Holloway) seria nos leves, com certeza”, afirmou Conor McGregor.

Vale ressaltar que McGregor e Holloway já se enfrentaram no ano de 2013, e o irlandês levou a melhor na decisão unânime dos jurados após três rounds. Conor também já mediu forças diante de Dustin Poirier, seu rival no sábado. Em 2014, o irlandês teve um grande desempenho e nocauteou o americano em dois minutos.