Bastante aguardada pelos fãs de MMA, a revanche entre Stipe Miocic, atual campeão peso-pesado do UFC, e Francis Ngannou, está cada vez mais perto de se tornar realidade. Em coletiva de imprensa no último sábado (16), após o UFC Fight Island 7, o presidente Dana White confirmou os planos de casar o combate como luta principal do UFC 260, no dia 27 de março. Segundo o chefão, faltam só os “últimos detalhes” para o anúncio.

No primeiro encontro entre eles, em 2018 e também valendo o cinturão, melhor para Miocic, que venceu por decisão unânime dos jurados. Em seguida, o camaronês ainda perdeu para Derrick Lewis, mas se recuperou e engatou uma série de quatro vitórias seguidas – todas por nocaute no primeiro round – para chegar ao patamar de número um no ranking da categoria até 120kg. Nos últimos 16 meses, Ngannou só lutou uma vez, nocauteando Jairzinho Rozenstruik em 20 segundos, em maio, pelo card principal do UFC 249.

Já Miocic entrou em ação pela última vez em agosto passado, quando encerrou sua trilogia com Daniel Cormier com uma vitória por decisão unânime. Campeão desde 2016, Stipe perdeu o título para “DC” em 2018, quando engatou uma série de três duelos em dois anos com o ex-campeão, com dois triunfos e um revés.

Volkanovski x Ortega no co-main event

Atual campeão peso-pena do UFC, Alexander Volkanovski teve o seu próximo compromisso definido pela organização, segundo divulgou a ESPN americana. O australiano irá defender seu título no dia 27 de março, contra o casca-grossa Brian Ortega, no UFC 260. A princípio, a ideia do Ultimate é de que o combate sirva como co-main event para a revanche entre Stipe Miocic e Francis Ngannou, valendo o cinturão dos pesados.

Dono de um cartel com 22 vitórias e apenas uma derrota, Volkanovski, 32 anos, venceu seus últimos 19 compromissos, incluindo dois contra Max Holloway, quando faturou o título em 2019 e o defendeu com sucesso em julho 2020, em sua última apresentação. Três anos mais novo, Ortega vem de um triunfo sobre Chan Sung Jung – o Zumbi Coreano -, em outubro passado, e irá para sua segunda disputa de título. Em 2018, ele acabou superado por Hollway, na época campeão. O americano soma 15 vitórias e um revés na carreira.