Conhecido pelos seus vídeos no YouTube e no Instagram, Jake Paul se aventurou no Boxe de novo recentemente e, à medida que está ganhando suas lutas – foram duas até o momento -, vai se mostrando ousado ao desafiar nomes de peso do MMA como Conor McGregor, Nate Diaz, Michael Bisping e Dillon Danis, ao mesmo tempo em que já foi desafiado por Vitor Belfort, Henry Cejudo, Ben Askren e até mesmo Claressa Shields, multicampeã no Boxe, que está em processo de migração para as artes marciais mistas.

Por conta do seu estilo provocador, Jake se tornou uma figura “odiada” entre os atletas de MMA e isso se refletiu até mesmo em Dana White, presidente do UFC, que já trocou provocações com o youtuber. A mais recente declaração do mandatário aconteceu em uma entrevista ao podcast “Shout! The Buffalo Football”, onde Dana fez duras críticas à presença de Paul nos esportes de combate e, ao mesmo tempo, quem paga para assistir ao americano em lutas de Boxe. Além disso, o “Big Boss” afirmou que Amanda Nunes, atual campeã peso-galo e pena do UFC, venceria a personalidade da internet de maneira brutal.

“Se as pessoas são burras o suficiente para gastar seu dinheiro assistindo essa besteira, não sei o que dizer. Eu não poderia me importar menos com o que ele (Jake Paul) faz. Ele está tentando ganhar dinheiro… Tem gente que quer gastar dinheiro nisso. Não sou uma dessas pessoas. Amanda Nunes nocautearia aquele garoto. Ele falou que nunca vai lutar com uma mulher, e ele realmente não deveria, porque ela vai colocá-lo em coma. Esse cara é apenas um garoto da rua. Ele tem sorte por existir uma pandemia. Ele está desafiando pessoas reais, sendo que não é um cara real. Se trata apenas de um garoto do YouTube”, disparou Dana.