A expectativa era enorme para o retorno de Conor McGregor ao Ultimate, no último sábado (23), na luta principal do UFC 257, realizado em Abu Dhabi (EAU). Diante de Dustin Poirier, o irlandês até chegou a ter bons momentos no combate e foi superior no primeiro round, todavia, no segundo assalto, o americano se mostrou mais eficiente e, após uma sequência precisa de golpes, nocauteou o ex-campeão duplo de maneira impressionante.

McGregor, que sofreu o primeiro nocaute de sua carreira no MMA, mostrou uma versão mais tranquila de si em entrevista coletiva após o combate. O lutador de 32 anos afirmou que vai tirar lições importantes do duro revés e garantiu que vai adaptar seu jogo visando os próximos desafios de sua carreira. Além disso, “The Notorious” citou que uma trilogia contra Dustin Poirier e até mesmo diante de Nate Diaz estão em seu radar.

“Não estou tão triste com isso, sei que foi estranho para mim. Estou feliz. Trabalhei muito, dei meu máximo e vou voltar com certeza. Talvez adotar uma postura nova, (para) todo oponente você tem que mudar. Não deixar minha perna da frente tão exposta é algo que tenho que ajustar, então é algo que eu tenho que fazer. Eu vou me ajeitar. Vou me ajeitar, me levantar do chão e fazer de novo. Existem muitas lutas boas para serem feitas. Eu e Dustin estamos empatados em 1 a 1. Eu e Nate (Diaz) estamos 1 a 1. Existem muitas lutas boas para mim e vou ter uma aproximação diferente para a trilogia com Dustin, porque aqueles chutes na perna não são para serem ignorados. Nunca tive uma experiência parecida”, admitiu Conor.

Os chutes baixos aplicados por Dustin Poirier durante o combate, ao que tudo indica, foram determinantes para a vitória. Conor McGregor falou que os golpes castigaram sua perna, prova disso é que o irlandês chegou à coletiva de imprensa usando muletas. Ao falar sobre a luta, Conor citou até mesmo o brasileiro Thiago Pitbull, ex-desafiante ao cinturão meio-médio do UFC, que atualmente é um dos treinadores da American Top Team e estava no córner de Poirier no último sábado.

“Quando eu vi que ele tinha Thiago Alves (Pitbull) no corner, eu sabia o que me esperava. Eu sabia que ele ia tentar ganhar na base do chute baixo. Foi a minha primeira vez de experimentar isso. Ele acertou uma no começo e o Thiago falou ‘essa foi boa’, e eu estava pensando ‘filho da p***, foi uma boa mesmo’. E isso foi acumulando. Minha perna está completamente morta. Mesmo eu achando que estava conseguindo ficar em pé, estava muito comprometida. Sinto como se tivesse uma bola de futebol americano na minha perna. Eu tenho muito mais armas aqui que não consegui mostrar hoje. Não foi uma grande noite, mas, novamente, tiro o chapéu para Dustin. Só quero me arrumar, voltar para casa, ver as crianças. Tenho que lamber minhas feridas, é um jogo filho da p***, é como é. Não tem uma marca na minha cara, eu não fui destruído nem nada. Eu só fiquei sem perna e parabéns para ele”, afirmou.

McGregor responde provocações de Khabib

Logo após o término do UFC 257, Khabib Nurmagomedov, grande rival de Conor McGregor, foi às redes sociais e ironizou o que seria uma possível mudança do irlandês em seu estilo de treinamento, que não teria surtido o efeito desejado no combate diante de Poirier. Além disso, o russo fez questionamentos à lealdade de Conor com sua equipe.

“Isso é o que acontece quando você muda sua equipe, deixa os sparrings que fizeram você ser campeão e passa a treinar com crianças. Distante da realidade”, disparou Khabib, que atualmente está aposentado do MMA.

Ao tomar conhecimento da declaração feita por “The Eagle”, McGregor, claramente desconfortável com a provocação, afirmou que Nurmagomedov deveria deixar a aposentadoria do MMA e enfrentá-lo novamente. Vale ressaltar que, no primeiro duelo, o russo finalizou o irlandês.

“Meu time vem sendo o mesmo desde o primeiro dia. Não mudei nada. Respeite os atletas. Este é o personagem do homem, com certeza, por trás de sua máscara. Que seja, o que ele vai fazer? Ele quer voltar ou não? Se ele quer fazer comentários desrespeitosos, volte e lute comigo de novo. Estou aqui”, retrucou Conor.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 257
Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 23 de janeiro de 2021

Card principal
Dustin Poirier derrotou Conor McGregor por nocaute no 2R
Michael Chandler derrotou Dan Hooker por nocaute técnico no 1R
Joanne Calderwood derrotou Jessica Eye por decisão unânime dos jurados
Makhmud Muradov derrotou Andrew Sanchez por nocaute técnico no 3R
Marina Rodriguez derrotou Amanda Ribas por nocaute técnico no 2R

Card preliminar
Arman Tsarukyan derrotou Matt Frevola por decisão unânime dos jurados
Brad Tavares derrotou Antônio Cara de Sapato por decisão unânime dos jurados
Julianna Peña finalizou Sara McMann com um mata-leão no 3R
Marcin Prachnio derrotou Khalil Rountree por decisão unânime dos jurados
Movsar Evloev derrotou Nik Lentz por decisão dividida dos jurados
Amir Albazi derrotou Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime dos jurados