Considerado uma lenda do MMA, fazendo parte, inclusive, do Hall da Fama do UFC, BJ Penn segue se envolvendo em problemas de ordem pessoal. No último sábado (23), o ex-campeão duplo do Ultimate foi preso em Honokaa, no Havaí (EUA), por suspeita de embriaguez na direção. A informação foi confirmada pelo site MMA Fighting. Vale ressaltar, porém, que Penn já foi liberado e o caso será investigado pelas autoridades locais.

Além da notícia de mais uma infração cometida pelo havaiano, vem circulando nas redes sociais um vídeo com o momento da prisão de BJ Penn, onde é possível ver o atleta, atualmente com 42 anos, sendo algemado por dois policiais e xingando muito, enquanto é colocado dentro da viatura da polícia. Pelo menos até o momento, a lenda do MMA e nenhum de seus representantes comentou sobre o ocorrido.

Não é a primeira vez que BJ se envolve em problemas desse tipo. No ano passado, o veterano capotou seu carro em Hilo, no Havaí, e foi hospitalizado no centro médico da cidade. Na ocasião, Penn perdeu o controle enquanto dirigia uma caminhonete e capotou o veículo em frente a um shopping center. O atleta, que era o único ocupante do carro, foi transportado de ambulância para o Hilo Medical Center. O ano de 2019 também foi marcado por problemas. No mês de abril, o lutador recebeu uma ordem de restrição da mãe dos seus filhos, que à época, alegou anos de violência doméstica e abuso sexual. Penn também ameaçou um agricultor com um facão, de acordo com um relatório da polícia, e meses depois, se envolveu em uma briga de bar capturada em vídeo.

Com um cartel profissional de 16 vitórias e 14 derrotas, BJ Penn é um dos poucos a ostentar o feito de ser campeão em duas categorias distintas no UFC (peso-leve e peso-meio-médio). No entanto, o fim de sua carreira no Ultimate foi melancólico, com o lutador amargando uma sequência de sete derrotas consecutivas, a última delas em maio de 2019, para Clay Guida, por decisão unânime dos jurados.