O brasileiro Leonardo Macarrão foi derrotado na luta principal do BRAVE CF 46, realizado no último sábado (16), em Sochi, na Rússia, e perdeu a chance de conquistar o cinturão super-leve da organização. Desta forma, o Brasil segue sem ter um campeão mundial no evento barenita, apesar do histórico vitorioso, com ex-campeões do quilate de Lucas Mineiro, Luan “Miau” Santiago, Daniel Gaúcho e Cleiton Predador, por exemplo.

Macarrão enfrentou o russo Eldar Eldarov, campeão inaugural da categoria até 75kg, e após um primeiro round de muita ação em pé, não conseguiu retornar para o segundo assalto devido a um corte grave na região do supercílio. A expectativa de que Eldarov, proveniente do Wrestling e do Sambo, tentaria levar a luta para o chão, foi rapidamente subvertida, já que o campeão propôs a trocação e manteve a luta em pé.

De início, a estratégia deu certo, já que Macarrão parecia um pouco surpreendido pela iniciativa do rival. Porém, rapidamente o brasileiro voltou a sentir-se confortável e passou a caçar o campeão buscando o contragolpe, enquanto Eldarov apostava em combinações. Mas a 15 segundos do fim do round, Eldar conseguiu sua primeira queda. Surpreendentemente, Macarrão levantou-se logo, usando a grade como apoio para as costas. Porém, durante o processo de recuperação de posicionamento, o brasileiro acabou sendo pego por uma sequência limpa do campeão, que aproveitou para atacar durante os segundos finais.

De volta ao corner, Macarrão sangrava muito no supercílio. A situação foi avaliada por um médico da comissão atlética local, que após quase três minutos, informou que o brasileiro não teria condições de voltar.

A vitória emocionou muito Eldar Eldarov, que estava há quase dois anos afastado dos cages, desde quando ganhou o cinturão do BRAVE CF, e também aproveitou a chance para homenagear seu mentor e amigo, Abdulmanap Nurmagomedov, pai de Khabib Nurmagomedov, falecido em 2020. O campeão russo também se arriscou no português e agradeceu Mafra pelo combate. O BRAVE CF 46 ainda contou com uma importante vitória do ex-desafiante ao cinturão do UFC, Ali Bagautinov, na luta co-principal da noite, diante de Oleg Lichkovakha. Com o triunfo, Bagautinov agora vai se juntar ao torneio dos pesos moscas do BRAVE – programado para 2021 -, que coroará seu vencedor como o primeiro campeão até 57kg da organização.

RESULTADOS COMPLETOS:

BRAVE CF 46
Sochi, na Rússia
Sábado, 16 de janeiro de 2021

Eldar Eldarov derrotou Leonardo Macarrão por nocaute técnico (interrupção médica) no 1R
Ali Bagautinov derrotou Oleg Lichkovakha por decisão unânime dos jurados
Roman Bogatov derrotou Nurzhan Akishev por decisão unânime dos jurados
Konstantin Erokhin derrotou Zhyrgalbek Chomonov por nocaute técnico no 2R
Magomed Absudalamov x Andrey Lezhnev foi declarada ‘No Contest’ (cabeçada acidental)
Abdisalam Kubanychbek finalizou Jahongir Saidjamolov com um mata-leão no 2R
Khunkar-Pasha Osmaev derrotou Yuriy Verenitsen por decisão unânime dos jurados
Murtaza Talha derrotou Dmitriy Krivulets por nocaute técnico no 1R
Murad Bilarov finalizou Fedor Babich com uma kimura no 2R
Magomed Kamalov derrotou Zokirzhon Khashimov por nocaute técnico no 2R
Saygidgusein Surkhaev finalizou Erkinbai Abdusalamov com uma guilhotina no 1R