Neste sábado (9), em Araranguá, Santa Catarina, acontece o “Desafio faixa-roxa RS x SC”. Liderando o evento de Jiu-Jitsu, duelos entre atletas catarinenses e gaúchos, que prometem fortes emoções. Anteriormente, a organização realizou disputas entre faixas-preta e faixas-azul, e o próximo passo está marcado para fevereiro, com o GP faixa-branca. Daniel Smania, responsável pela Half Guard com Ricardo Reis, projetou:

“Estamos no nosso terceiro GP. Tivemos na faixa preta e na azul, e agora estamos na faixa roxa, todos com um formato RS x SC. Para este evento, o time catarinense está completo, com 16 participantes, enquanto o gaúcho, por conta da Covid-19, teve muitas baixas e chega com 11 atletas. Mas, independente disso, a expectativa é ótima, porque conseguimos também colocar algumas lutas casadas no evento. Um fato muito importante é que o prêmio será pago inteiro, mesmo com menos atletas”, disse Daniel, que completou.

“Antes da alta da Covid-19 nos dois estados as vagas foram preenchidas com menos de 24h após ser anunciado o GP, mas com o aumento dos casos no Rio Grande do Sul, sofremos baixas. Nós já vínhamos idealizando esse evento há algum tempo, mas aí veio a pandemia e tivemos que adiar. Ficamos parados muito mais tempo do que esperávamos, e achamos que este seria o momento para retomarmos o trabalho”.

Após o evento deste sábado, a organização volta suas atenções para os faixas-branca, com um GP exclusivo em fevereiro: “O GP faixa-branca, que está sendo muito pedido pelos atletas nas redes sociais, será em fevereiro. Vamos aproveitar o Circuito Half Guard do dia 23 de janeiro para dar uma vaga no GP”, encerrou.