Programado para o dia 13 de fevereiro, o combate entre o brasileiro Rodolfo Vieira e Anthony Hernandez vai precisar ser remarcado. O americano anunciou nas redes sociais que contraiu o novo coronavírus e, por isso, não terá condições de lutar na data agendada. O card será sediado em Las Vegas (EUA), na sede do UFC.

Em outubro passado, Rodolfo, que está invicto no MMA – com sete vitórias -, se machucou e precisou deixar o duelo contra o compatriota Markus Maluko. No último mês de dezembro, o multicampeão na arte suave lutou contra Kaynan Duarte no Who’s Number One, que é um evento de Jiu-Jitsu, e foi derrotado. Já Hernandez, em três lutas no UFC, perdeu duas e venceu apenas um confronto, contra o sul-coreano Jun Yong Park.

Walker tem o adversário definido

Após triunfar sobre Ryan Spann e interromper uma série de duas derrotas seguidas na companhia, Johnny Walker foi escalado pelo UFC para enfrentar Jimmy Crute no dia 27 de março. A informação é da ESPN americana e o local do duelo ainda não está definido. O brasileiro atualmente é o nono colocado na categoria dos meio-pesados, enquanto o australiano aparece em 12º, com duas vitórias consecutivas.

Mike Perry volta a criar polêmica

Conhecido por entregar boas lutas no UFC, Mike Perry também tem se tornado destaque pelas polêmicas fora do cage. No domingo (3), o americano publicou um vídeo nas redes sociais com a perna ensanguentada após um possível chute em uma porta de vidro. Através do Twitter, o lutador fez a seguinte declaração: “Não importa o que eu faça, nunca é o suficiente. Então, eu surto. Feliz por derramar meu próprio sangue”, postou.