No dia 28 de fevereiro, acontece o “GP Selection BJJBET” de faixas coloridas, um masculino e um feminino, e os vencedores vão receber o patrocínio de 2 mil reais por mês ao longo de um ano, além de uma vaga no próximo BJJBET, programado para março. Entre os homens, quem triunfar no GP vai encarar a promessa Mica Galvão, enquanto entre as mulheres, a campeã terá a fera Duda Tozoni pela frente em luta até 70kg. E na última quinta-feira (28), exatamente um mês antes do evento, a organização divulgou os resultados oficiais.

Foram mais de 620 mil comentários no Instagram e mais de 1 milhão de votos no site do BJJBET, superando todas as expectativas da companhia. Agora, os 24 atletas selecionados (12 homens e 12 mulheres) decidirão no tatame quem fica com o patrocínio e a vaga. Em declaração à TATAME, William Carmona, um dos responsáveis pelo evento ao lado de Ricardo Arrivabene, celebrou o resultado massivo da campanha.

“A avaliação da organização do BJJBET sobre a campanha e a ideia foi extremamente positiva. Conseguimos atingir todas as equipes na votação, ainda antes disso, no Instagram, e elas se mobilizaram de uma realmente forma incrível. Ver o engajamento de todo esse pessoal foi muito gratificante, nossas expectativas foram superadas com sucesso. Não acreditávamos que teríamos 620 mil comentários no Instagram e mais de um milhão de votos no site, além do engajamento de todos”, disse William, que continuou:

“Outro ponto muito gratificante é que o BJJBET conseguiu atingir seu objetivo de influenciar de forma positiva na vida das pessoas. Recebemos muitos áudios, vídeos emocionados de histórias bem bacanas. (…) O próximo passo dessa campanha é o GP Selection, mais uma vez com o grande desafio de lidar com a Covid-19 e as restrições no estado de São Paulo. Por enquanto, nosso foco é produzir esse evento e, depois, pensar na próxima edição, se tudo der certo em março. E claro, sempre pensando na inclusão, que é o principal objetivo do BJJBET. Inclusão de quem não é visto, de quem não tem oportunidade, de quem não consegue sair da sua cidade para competir. Existem milhares de praticantes de Jiu-Jitsu com muita qualidade no Brasil, que podem bater de frente com qualquer um, mas não têm oportunidade. E é o que nós queremos dar”.

No feminino, foram 538.126 mil votos, com a faixa-roxa Vitória Cabral (Castro Team) sendo a mais votada. Já no masculino, foram 489.211 votos ao todo, e o faixa-azul Léo Ferreira (Alliance) ficou na dianteira. Para comandar o evento no dia 28 de fevereiro, a organização confirmou os nomes das feras Rodrigo Cavaca e Nika Schwinden, faixas-preta representantes das equipes Zenith BJJ e Gracie Barra, respectivamente.

“Escolhemos o Cavaca, que já foi comentarista na primeira edição, e é um cara muito lúcido, do bem e com uma influência legal no meio do Jiu-Jitsu, e a Nika. Como a Kyra Gracie (nossa última comentarista) teve neném, buscamos uma substituta à altura, e desde o início do BJJBET a Nika manda directs, sugestões, sempre querendo ajudar, sempre positiva, então não tivemos dúvidas em escolher ela para somar”, encerrou.

Veja os classificados abaixo:

> GP masculino

Robson Chaves – faixa-roxa Alliance
Vinicius Lira – faixa-roxa KZN
Caio Vinicius – faixa-marrom FP Team
Leo Ferreira – faixa-azul Alliance
Vitor Peres – faixa-roxa Gracie Barra
Gabriel Cardoso – faixa-roxa Six Blades
Pedro Filho – faixa-azul Zenith BJJ
Leonardo Cordeiro – faixa-azul Ryan Gracie Team
Luciano Júnior – faixa-roxa Gracie Barra
Deyvson – faixa-azul Rilion Gracie
Matheus Costi – faixa-marrom Brotherhood
Rui Alves Neto – faixa-roxa Dream Art/Alliance

> GP feminino

Júlia Alves – faixa-marrom GFTeam
Vitória Assis – faixa-roxa Double Five
Alana Nogueira – faixa-roxa GFTeam
Thalyta Lima – faixa-marrom Vision BJJ
Larissa Martins – faixa-roxa Dream Art/Alliance
Welma Moreira – faixa-roxa CEI Jiu-Jitsu
Layza Rodrigues – faixa-roxa Equipe SM
Maria Cláudia – faixa-roxa Infight
Amit Elor – faixa-azul Dream Art/Alliance
Sabrina Gondim – faixa-roxa Checkmat
Vitória Cabral – faixa-roxa Castro Team
Maria Luiza – faixa-roxa Almeida JJ