Logo depois de vencer Gilbert Durinho por nocaute na luta principal do UFC 258, realizado no último sábado (13), em Las Vegas (EUA), Kamaru Usman já tinha um próximo alvo definido. O atual campeão meio-médio do Ultimate lançou desafio para Jorge Masvidal, a quem derrotou em julho de 2020 na decisão unânime.

Ao externar seu desejo de fazer uma revanche contra Masvidal, mesmo tendo saído vencedor na primeira luta entre eles, Usman deu a entender que o seu rival, por ter entrado no duelo de última hora – substituindo Gilbert Durinho, que havia testado positivo para Covid-19 na ocasião -, poderia dar a “desculpa” que a derrota aconteceu justamente pelo pouco tempo que teve para se preparar visando o confronto. Agora, o campeão dos meio-médios afirmou que pretender dar o período para que “Gamebred” faça uma preparação completa e ainda provocou que, no reencontro, colocaria Jorge “dentro de um caixão”.

Ao tomar conhecimento do desafio de Usman, Jorge Masvidal respondeu de forma irônica. Através de sua conta oficial no Twitter, o americano relembrou da estratégia adotada pelo nigeriano, que ao longo dos cinco rounds neutralizou seu adversário no jogo agarrado, o pressionou contra a grade e abusou dos pisões no pé.

“Plano de jogo pra me colocar em um ‘caixão’: abraçar e pisar no dedão. Quem esse cara está enganando?”, debochou o lutador de 36 anos, que antes da derrota para o campeão, venceu suas últimas três lutas.

O confronto diante de Kamaru Usman foi o mais recente de Jorge Masvidal no Ultimate. Antes disso, o lutador americano vinha de vitórias sobre Darren Till, Ben Askren e Nate Diaz. Por outro lado, Usman, ao superar Gilbert Durinho no último sábado, manteve sua invencibilidade no UFC, agora com 13 triunfos contabilizados.