Após realizar um evento de alto nível em dezembro do ano passado, o Big Deal Pro está nos últimos preparativos para promover a sua segunda edição profissional, marcada para o próximo dia 20 de fevereiro, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O card de lutas terá transmissão ao vivo no YouTube (saiba mais AQUI) e contará com um GP na categoria peso médio (masculino), um torneio feminino (até 70kg) e as tradicionais lutas casadas, que prometem ser um dos pontos altos do show no Sul do país.

Idealizador do evento, Edi Ateias, em entrevista à TATAME, comentou com satisfação o fato de promover mais uma edição do Big Deal Pro que contará com nomes de destaque do cenário internacional da arte suave.

“Eu realmente estou esperando um verdadeiro show de Jiu-Jitsu. Escolhi, a dedo, atletas que proporcionam um verdadeiro show. Todos são excelentes atletas. Acompanho todos, vejo a dedicação nos treinos, a rotina dentro do esporte e digo que são os verdadeiros samurais. Os fãs podem esperar um grande evento”, disse.

Uma das superlutas já confirmadas será entre Alex Munis e Henrique Ceconi. Representando a Alliance Dream Art, o faixa-preta Alex falou o que espera do confronto diante de Ceconi e ressaltou que sua preparação é feita durante o ano todo, justamente para “abraçar” oportunidades como a que surgiu no Big Deal Pro.

“A expectativa é muito boa, fico feliz de ter a oportunidade de fazer essa luta. O Henrique é um atleta muito duro e tenho certeza que será um duelo movimentado. Já vi algumas lutas dele, já lutamos juntos a Copa Podio e vi que ele fez ótimas lutas. Estou treinando firme e estou preparado para fazer uma grande apresentação. Não tenho uma preparação específica, o que eu procuro fazer é me manter treinado o ano inteiro, para quando surgir a chance, estar pronto. Os treinos na Dream Art são muito duros, todo dia você é testado aqui. Também treino muito com meus irmãos (Erich e Anderson Munis), então o treinamento é constante e em alto nível”, ressaltou o atleta, que falou sobre o quanto evoluiu durante a pandemia.

“A pandemia foi ruim para muitos. Em alguns aspectos também foi para mim, por conta do cancelamento de campeonatos, mas em outras questões foi boa, pois deu para eu evoluir mentalmente e em muitas outras áreas que eu não estava tendo tempo para trabalhar. Melhorei muito meu Jiu-Jitsu, coisas do meu jogo. Estudei, trabalhei e aperfeiçoei algumas coisas, então digo que essa pandemia foi um divisor de águas”.

Adversário de Alex Munis na superluta, Henrique Ceconi acompanhou de perto o primeiro evento do Big Deal Pro e, honrado por fazer parte da segunda edição, prometeu fazer um bom combate aos fãs de Jiu-Jitsu.

“Tenho uma grande expectativa para este evento. Fui espectador na primeira edição e observei as grandes lutas que a organização proporcionou ao público. Sendo assim, estar presente na segunda edição é algo muito satisfatório para mim. Agora sou eu que vou proporcionar uma grande luta ao público. Estou treinando muito, seguindo as orientações dos meus professores, Alexandro Ceconi e Richard Ávila. Quanto mais treinado eu estiver, maior a probabilidade de acontecer uma grande luta para os fãs”, encerrou a fera.

CARD COMPLETO:

Big Deal Pro 2
Balneário Camboriú, em Santa Catarina
Sábado, 20 de fevereiro de 2021

GP dos Médios (masculino)
Rafael Mansur
Matheus Spirandeli
Marcos Petcho
Marco Aurélio
Denis Silva
Léo Lara
Douglas Pithan
Eduardo Andrade

GP até 70kg (feminino)
Sabatha Lais
Ericka Almeida
Izabel Seki
Duda Tozoni
Luciane Antunes
Victoria Ulrich
Dulce Rosenthal
Desirèe Favoreto

Superlutas
Servio Tulio x Mauricio Oliveira
Alex Munis x Henrique Ceconi
Wellington Alemão x Rafael Paganini
Rider Zuchi x Fabio Kamikase