Kamaru Usman, campeão dos meio-médios, defendeu mais uma vez o seu título com sucesso ao nocautear o brasileiro Gilbert Durinho na luta principal do UFC 258, disputado no último sábado (13), em Las Vegas (EUA). O nigeriano, de quebra, alcançou a 13ª vitória seguida dentro da categoria e segue disposto a cravar o seu nome como o maior lutador da divisão até 77kg, como disse o próprio Dana White, presidente da companhia. O “Big Boss” acredita que o africano possa superar o ex-campeão duplo Georges St-Pierre.

“Se esse cara continuar assim, se Usman continuar fazendo o que está fazendo, ele vai ser o maior meio-médio de todos os tempos. Fato. Basta olhar para quem ele lutou e quem ele tem que lutar aqui no futuro, é inegável que esse cara vai sair como o melhor meio-médio. A questão é: onde ele entrará na história do esporte?”, projetou Dana em coletiva de imprensa após o UFC 258, na sede da companhia em Las Vegas.

Com vitórias dominantes sobre o ex-campeão Tyron Woodley e um nocaute contra Colby Covington no quinto round – que para Dana White, é uma das melhores lutas do UFC -, o presidente da organização afirmou que é a hora de Usman ganhar mais respeito do público e especialistas em MMA como campeão.

“Para as pessoas que realmente sabem sobre luta, elas sabem que esta vitória foi um grande negócio para um garoto muito motivado, bem treinado, mentalmente forte, confiante e durão. Esse cara não tem nada além de caras durões na fila (próximos desafiantes). Se ele não tem respeito agora, ele deveria ter tido depois da luta contra o Covington. Não consigo parar de falar sobre a luta com o Covington. Uma das maiores lutas que já vi. Alguém que não o respeitou depois disso? Isso é problema seu, não dele”, concluiu.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 258
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 13 de fevereiro de 2021

Card principal
Kamaru Usman derrotou Gilbert Durinho por nocaute técnico no 3R
Alexa Grasso derrotou Maycee Barber por decisão unânime dos jurados
Kelvin Gastelum derrotou Ian Heinisch por decisão unânime dos jurados
Julian Marquez finalizou Maki Pitolo com um triângulo de mão no 3R
Ricky Simón derrotou Brian Kelleher por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Anthony Hernandez finalizou Rodolfo Vieira com uma guilhotina no 2R
Belal Muhammad derrotou Dhiego Lima por decisão unânime dos jurados
Polyana Viana finalizou Mallory Martin com um armlock no 1R
Chris Gutierrez derrotou Andre Ewell por decisão unânime dos jurados
Gabriel Green derrotou Phil Rowe por decisão unânime dos jurados