* Em busca da sua segunda vitória em duas lutas no Ultimate, o meio-pesado Danilo Marques retorna ao octógono neste sábado (6), quando terá pela frente Mike Rodriguez no card preliminar do UFC Vegas 18, em Las Vegas (EUA). Aos 35 anos, o brasileiro estreou na organização em setembro do ano passado, com um triunfo sobre Khadis Ibragimov, e agora quer embalar de vez na categoria. Para isso, aposta nos treinamentos realizados na Kings MMA, equipe celeiro de craques e que tem o mestre Rafael Cordeiro na liderança.

“Eu estou me sentindo bem, o camp foi ótimo, conseguimos treinar direitinho, fazer o trabalho completo, diferente da última vez (quando tive menos tempo), e claro que essa luta tem muito menos pressão do que a estreia. É outro tipo de sentimento que eu ainda vou viver, poderei falar melhor depois da luta, mas me sinto bem melhor do que da última vez que as coisas foram nas pressas”, disse Danilo em entrevista à TATAME, relembrando o chamado do Ultimate faltando poucos dias para enfrentar Khadis Ibragimov.

“Nesse camp não teve nenhuma lesão, foi bem tranquilo, e a lesão no meu pé, que trincou a parte de baixo (contra o Ibragimov), está 100% recuperada. Fiz fisioterapia logo após a luta, não precisei de cirurgia e foi recuperando. Em três semanas eu já estava bom”, completou, sobre a lesão que teve no pé durante a estreia.

Na Kings MMA, além do próprio Rafael Cordeiro, o meio-pesado também treina com Marvin Vettori, Beneil Dariush, Fabrício Werdum, Kelvin Gastelum, sem contar em nomes como Marcus Buchecha – multicampeão de Jiu-Jitsu – e Cris Cyborg – lenda do MMA feminino -, que as vezes se preparam na renomada academia.

“Eu conheci a maioria da galera em 2016, quando o Maurício (Shogun) me trouxe aqui pela primeira vez. Eu gostei, fiquei um mês e pouco e fiz amizade com muita gente. Essa amizade continuou, cresceu e hoje a minha relação com o mestre é a melhor possível, somos uma família. Uma coisa que eu gosto é poder trabalhar nesse clima de amizade, saber que posso contar com as pessoas e, juntos, evoluímos. Isso eu tenho aqui na Kings MMA. No sábado (6) o Beneil (Dariush) vai lutar também, o Marvin (Vettori) me ajudou no camp e está aqui comigo, o mestrão está chegando, então é um clima muito bom, de família, de verdadeira união”.

Por fim, Danilo revelou que conhece as “armas” do seu adversário, Mike Rodriguez, e ao definir seu estilo, garantiu que a dedicação é o ponto forte, prometendo a sua melhor versão em busca da vitória. “Já conhecia o jogo dele, sim, pois eu estou sempre estudando os caras da categoria. Achamos que seria um casamento bom para o meu estilo, aceitamos o duelo, tivemos tempo de estudar, pois desta vez peguei a luta com antecedência, então montei a estratégia certa para sair com a vitória”, analisou, antes de encerrar.

“Acho que as pessoas que gostam de MMA podem esperar dedicação, eu treino muito, procuro sempre fazer o meu melhor. Não gosto de prometer nada como nocaute ou finalização, não curto falar disso, gosto de ir lá e executar o meu trabalho da melhor forma possível. Luta é luta, claro, mas acho que o fã de MMA pode esperar um Danilo sempre dedicado e fazendo o seu melhor para trazer a vitória para o Brasil”, finalizou ele.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 18
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 6 de fevereiro de 2021

Card principal (22h, horário de Brasília)
Peso-pesado: Alistair Overeem x Alexander Volkov
Peso-galo: Cory Sandhagen x Frankie Edgar
Peso-leve: Michael Johnson x Clay Guida
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Manel Kape
Peso-galo: Cody Stamann x Askar Askar
Peso-leve: Carlos Diego Ferreira x Beneil Dariush

Card preliminar (19h, horário de Brasília)
Peso-meio-pesado: Mike Rodriguez x Danilo Marques
Peso-galo: Martin Day x Timur Valiev
Peso-casado (até 72,6kg): Devonte Smith x Justin Jaynes
Peso-mosca: Molly McCann x Lara Procópio
Peso-pena: Seung Woo Choi x Youssef Zalal
Peso-galo: Karol Rosa x Joselyne Edwards
Peso-galo: Ode Osbourne x Jerome Rivera

* Por Diogo Santarém