Conhecido por sua postura “enérgica” em determinadas situações envolvendo o UFC, Dana White decidiu dar uma “segunda chance” ao lutador Ottman Azaitar, peso-leve que ficou conhecido por burlar o esquema de segurança feito pela organização em prevenção à Covid-19 na “ilha da luta”. O caso ocorreu na semana do UFC 257, em janeiro, e na ocasião o presidente da companhia havia revelado que o atleta seria demitido.

Todavia, praticamente um mês depois de toda a situação envolvendo o caso, o Ultimate parece estar decidido a dar uma nova oportunidade a Azaitar. Em entrevista à ESPN americana, Dana revelou que repensou sua decisão e disse que pretende reintegrar o lutador ao plantel da franquia. Ao tomar conhecimento da notícia, “The Bulldozer” comemorou através de uma publicação nas suas redes sociais.

“Fique cercado de ótimas pessoas. Sempre sou grato a todos que estiveram envolvidos nesta situação. O Bulldozer está de volta”, celebrou o atleta alemão de ascendência marroquina, atualmente com 30 anos.

 

Na ocasião, Ottman Azaitar foi integrante de um esquema que permitiu a entrada de uma pessoa no hotel dos atletas, possível somente através da reutilização das pulseiras que são entregues apenas aos lutadores e equipes que foram aprovados nos exames preliminares de Covid-19. Com o acesso do intruso, a “bolha” do UFC na “ilha da luta” apresentou sua primeira falha de segurança e colocou em risco todos os presentes. Desde 2019 no Ultimate, o peso-leve possui um cartel invicto no MMA, com 13 vitórias contabilizadas até agora.