Fepa Lopes realiza balanço da quinta edição do BJJ Stars e comenta sobre estreia das lutas sem quimono no evento: ‘Vieram para ficar’

Publicidade

No último dia 6 de fevereiro, em São Paulo, o BJJ Stars realizou sua quinta edição e, mais uma vez, reuniu grandes craques do Jiu-Jitsu. Felipe Preguiça foi o nome da noite ao conquistar o GP dos Pesados sobre Gutemberg Pereira e faturar o prêmio de 100 mil reais. Além disso, outras superlutas agitaram o evento. Fepa Lopes, idealizador do show, fez um rápido balanço em entrevista à TATAME, ainda nos bastidores.

RELEMBRE

 

Fepa aproveitou para destacar alguns problemas que aconteceram durante a transmissão do evento no pay-per-view: “Os melhores atletas participando, não poupamos investimentos para fazer um evento grandioso. Sei que tivemos alguns problemas na transmissão, mas isso será resolvido (para a próxima edição). Queria agradecer a parceria da TATAME e de todos que compraram o PPV”, destacou o presidente.

A novidade na quinta edição do BJJ Stars ficou por conta do acréscimo de lutas No-Gi – o que já era um pedido recorrente por parte dos fãs do evento. Ao todo foram quatro combates sem quimono para o público acompanhar. Fepa confirmou que os duelos no formato grappling continuarão presentes nos próximos cards.

“As lutas No-Gi vieram para ficar. Já declarei outras vezes, sou apaixonado por quimono, mas o BJJ Stars não é para mim, o evento é para o público e nas próximas edições vamos sempre colocar lutas sem quimono”.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade