Não foi dessa vez que um brasileiro se tornou campeão da categoria meio-médio do Ultimate. Na luta principal do UFC 258, realizado neste sábado (13), em Las Vegas (EUA), Gilbert Durinho buscou o feito inédito e até iniciou bem o combate, mas teve pela frente um Kamaru Usman inspirado na trocação. O nigeriano cresceu de produção a partir do segundo round e, no terceiro assalto, conseguiu o nocaute, mantendo o cinturão dos 77kg em sua posse.

No co-main event da noite, em duelo válido pela categoria peso-mosca feminino, Maycee Barber e Alexa Grasso travaram um combate bem disputado, principalmente na luta agarrada, onde Grasso foi superior. Isso foi determinante para a vitória da mexicana, que saiu com o braço erguido pelo árbitro central e conquistou o segundo triunfo consecutivo na organização.

Além de Gilbert Durinho, outros três brasileiros entraram em ação. Primeira a entrar em ação representando o Brasil, a peso-palha Polyana Viana teve uma atuação de gala e finalizou Mallory Martin ainda no primeiro round. Por outro lado, Dhiego Lima foi derrotado por Belal Muhammad na decisão unânime e Rodolfo Vieira, pentacampeão mundial de Jiu-Jitsu, perdeu sua invencibilidade no MMA ao ser finalizado por Anthony Hernandez no segundo assalto.

Usman nocauteia Durinho e mantém título

Gilbert Durinho começou a luta em alta voltagem, partindo para cima, e ainda nos primeiros minutos, conectou um golpe de direita que balançou Kamaru Usman. Na sequência, o brasileiro, ao aplicar um chute alto, se desequilibrou e foi ao chão, mas não sofreu riscos e foi claramente superior na trocação. O segundo round iniciou com mais equilíbrio, com o nigeriano apostando nos jab’s de esquerda, que incomodaram Durinho. Um direto de direita aplicado pelo campeão balançou Gilbert, e Usman, ao encontrar bem a distância, acertou diversos golpes que acertaram o rosto do desafiante.

O terceiro round sacramentou a vitória do atual campeão. Mais um jab, dessa vez de direita, levou Durinho ao chão, e o nigeriano avançou, com uma sequência de golpes no ground and pound, que levaram o árbitro central Herb Dean a interromper o confronto. Kamaru Usman segue como campeão, agora com 13 vitórias seguidas no Ultimate, enquanto Gilbert vê sua sequência de seis triunfos chegar ao fim.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ufc (@ufc)

Hernandez surpreende e finaliza Rodolfo Vieira

Logo nos primeiros segundos, como muita técnica e agilidade, Rodolfo Vieira conseguiu a queda sobre Anthony Hernandez. Com tranquilidade, o brasileiro fez a transição para as costas, passou para a montada e, colocando muita pressão, ainda aplicou um armlock, bem defendido pelo americano. O duelo foi para a trocação e, a partir disso, mudou completamente, com Hernandez aplicando um golpe que balançou Rodolfo. Nos últimos segundos, o carioca ainda recebeu duros socos, mas conseguiu resistir.

No segundo round, Rodolfo conseguiu nova queda logo no início, mas Anthony voltou a fazer boa defesa e inverteu a posição, ficando por cima. A luta voltou a ficar em pé e o brasileiro, bem desgastado, tentou derrubar novamente, mas foi envolvido pelo americano, que também é faixa-preta de Jiu-Jitsu e, aproveitando-se do cansaço de Rodolfo Vieira, finalizou na guilhotina, colocando fim à invencibilidade do carioca no MMA.

Muhammad é superior e vence Dhiego Lima

Primeiro a tomar uma ação mais efetiva na luta, Belal Muhammad buscou encurtar a distância e ficar no centro do octógono, pressionando bastante Dhiego Lima contra a grade ao longo do primeiro round, com bons golpes aplicados na média distância. No segundo assalto, Muhammad continuou bem ativo na trocação, enquanto o brasileiro passou a golpear mais, com destaque para os chutes baixos, que machucaram o americano e tornaram o combate um pouco mais equilibrado em relação aos primeiros cinco minutos.

No terceiro e decisivo round, Belal buscou o contato na tentativa de derrubar Dhiego, que defendeu bem a queda, mas se desgastou fisicamente, o que levou Muhammad a ter mais confiança para golpear de forma mais intensa e, já no último minuto, conseguir derrubar o brasileiro. Com o fim da luta, após os três rounds, os árbitros decretaram a vitória de Belal Muhammad por unanimidade.

Polyana finaliza americana e emplaca segunda vitória

Como já era esperado, Polyana Viana e Mallory Martin , duas faixas-marrom de Jiu-Jitsu, não demoraram até irem para o solo. Ao levar a queda, a brasileira fechou sua guarda e, com boa técnica, conseguiu aplicar um triângulo, que rapidamente passou para um justo armlock, que levou a americana, bem pressionada, a dar os três tapinhas. Segunda vitória consecutiva da paraense na organização, feito importante para a lutadora, que já chegou a amargar três derrotas em sequência.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 258
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 13 de fevereiro de 2021

Card principal
Kamaru Usman derrotou Gilbert Durinho por nocaute técnico no 3R
Alexa Grasso derrotou Maycee Barber por decisão unânime dos jurados
Kelvin Gastelum derrotou Ian Heinisch por decisão unânime dos jurados
Julian Marquez finalizou Maki Pitolo com um triângulo de mão no 3R
Ricky Simón derrotou Brian Kelleher por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Anthony Hernandez finalizou Rodolfo Vieira com uma guilhotina no 2R
Belal Muhammad derrotou Dhiego Lima por decisão unânime dos jurados
Polyana Viana finalizou Mallory Martin com um armlock no 1R
Chris Gutierrez derrotou Andre Ewell por decisão unânime dos jurados
Gabriel Green derrotou Phil Rowe por decisão unânime dos jurados