Atualmente com 32 anos, Conor McGregor, definitivamente, não vive um dos melhores momentos de sua carreira no MMA. Com apenas três lutas realizadas desde 2018, o irlandês vem de duas derrotas nas suas últimas três apresentações, a mais recente delas para Dustin Poirier, em janeiro, e passa um momento de incertezas em relação ao futuro da sua carreira. Cenário bem diferente, por exemplo, de um tempo não tão distante, quando chegou a ostentar os cinturões peso-pena e peso-leve de forma simultânea.

Em meio à recuperação do revés por nocaute para Poirier e sem saber quem será seu próximo adversário no UFC, “The Notorious” é alvo de questionamentos a respeito de sua fase no MMA. Grande rival de Conor e atual campeão peso-leve da organização, Khabib Nurmagomedov foi direto em afirmar que os melhores dias de McGregor ficaram no passado, deixando claro que o ex-campeão duplo não vai atingir um novo auge.

“Nunca (mais vai ser o mesmo). Não há como um homem estar no auge por duas vezes”, disse Khabib em entrevista ao lutador Magomed Ismailov, que foi publicada no YouTube, para logo em seguida continuar:

“Não estou somente falando sobre ele. O que quero dizer é que um homem não pode ter dois auges. Uma equipe poderia fazer isso. Por exemplo, o Real Madrid fez isso algumas vezes seguidas. As equipes podem ter isso. Mas estamos falando de nós. Um homem, sozinho, não pode ter isso (mais de um auge na carreira)”.

Vale ressaltar que Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor promoveram uma das maiores rivalidades de todos os tempos no MMA. Os dois lutadores se enfrentaram em 2018, na luta principal do UFC 229, com o russo saindo vencedor por finalização no quarto round. Após o combate, uma grande confusão generalizada foi protagonizada por integrantes de suas respectivas equipes, por conta das inúmeras provocações entre eles.