Sócio do BJJ Stars, Giovani Decker reforça trabalho para o crescimento do Jiu-Jitsu e projeta realizar edições em outros estados do país

No último dia 6 de fevereiro, em São Paulo, o BJJ Stars realizou sua quinta edição e promoveu mais um evento de alto nível para os fãs de Jiu-Jitsu, com lutas casadas e um grandioso GP na categoria peso pesado, que teve Felipe Preguiça como campeão e dono dos R$ 100 mil de premiação. Com mais um card bem sucedido e boas vendas no pay-per-view, a expectativa é ainda maior visando os próximos shows da organização.

RELEMBRE

 

Ex-presidente do UFC no Brasil e atualmente um dos sócios do BJJ Stars, Giovani Decker conversou com a TATAME e falou sobre o intenso trabalho que vem sendo desenvolvido pela companhia, que torna o evento um dos maiores de lutas casadas do mundo, de acordo com atletas, especialistas e fãs de Jiu-Jitsu.

“A gente está trabalhando duro para fazer isso acontecer (tornar o BJJ Stars referência entre os eventos de lutas casadas). O Jiu-Jitsu está crescendo no mundo todo e eu acredito que o BJJ Stars hoje, em termos de lutas casadas no Jiu-Jitsu, é o principal evento no mundo. Estamos nos esforçando para cada vez mais consolidar nosso evento, fazer mais edições e elevar o Jiu-Jitsu como um todo mundo afora”, disse Giovani.

Apesar do constante crescimento do Jiu-Jitsu nos últimos anos, o esporte ainda não atingiu um desenvolvimento global e, em termos de audiência e engajamento, está longe de modalidades mais “consagradas” e conhecidas do grande público. No entanto, Giovani Decker acredita que o projeto realizado ao longo dos anos pelo BJJ Stars pode contribuir para um desenvolvimento ainda maior da arte suave.

“A gente acredita muito nisso, estamos colocando todo nosso esforço na marca, no nosso evento. O Jiu-Jitsu cresce exponencialmente no mundo todo, principalmente nos Estados Unidos, assim como na Ásia e Europa. É um esporte de nicho ainda, mas a gente acredita que, construindo ídolos, tende a abrir mais para o grande público. Nossa intenção é fazer cada vez mais eventos de qualidade, com boas lutas, ótimos atletas, para cada vez mais captar gente nova para o esporte. Nossa intenção também, num futuro próximo, é realizar edições em outros estados e até mesmo fora do Brasil”, projetou o executivo, em papo que você vê acima.