Atual campeão meio-médio do Ultimate, Kamaru Usman vai para a sua terceira defesa de título no próximo sábado (13), na luta principal do UFC 258, em Las Vegas (EUA), e terá pela frente um desafio bem “familiar”. Isso porque Gilbert Durinho, seu adversário, foi por anos companheiro de treinos do nigeriano, o ajudando se preparar para diversos duelos. Nos últimos tempos, todavia, Kamaru sentiu a necessidade de contar com treinadores que pudessem auxiliá-lo de maneira mais constante e, dessa forma, decidiu trocar de equipe.

Porém, isso não descarta o fato de que Usman e Durinho conhecem muito bem as armas um do outro, o que torna o combate ainda mais atrativo. Ao falar sobre a luta, o nigeriano minimizou o fato de enfrentar um ex-parceiro de treinos, mas reconheceu que vem tratando o brasileiro como a “maior ameaça” ao seu cinturão.

“Eu diria que é, definitivamente, diferente (enfrentar Gilbert Durinho), porque você já o sentiu. Você conhece as áreas em que tem vantagem e ele também sabe. Você conhece as áreas onde ele é forte. Portanto, torna-se um pouco diferente. Mas no final das contas, quando se trata de mim, eu não vejo um rosto, não olho a cara de um adversário. Eu não o escolhi em uma fila e disse ‘este é o cara que eu vou matar’. Eu sou o rei da colina. Estou sentado no topo. Foi ele quem escolheu a luta. Esses são os caras que dizem: nós queremos o que ele tem. Então, quando você quer o que eu tenho, tenho que defender isso. Eu tenho que ir lá e mostrar a eles porque estou sentado no topo”, disse o campeão, que embalado por 16 triunfos consecutivos, deu a entender que, no momento da luta, pretende deixar de lado qualquer “clima amistoso” com o brasileiro.

“De certo modo, eles (adversários) são todos diferentes, mas quando se aproxima da luta, eles são todos iguais. Todos esses caras sentam lá e olham o que eu ganhei, pelo que trabalhei, e dizem: ‘Eu quero isso. Eu quero comer a comida dele. Eu quero pegar o prato dele’. Então, no final do dia, eu tenho que ser o mesmo selvagem para ir lá e me defender todas as vezes. É um pouco diferente em um sentido (enfrentar um ex-companheiro de time), mas ao mesmo tempo, não vejo nenhum rosto quando entro no octógono”, concluiu.

CARD COMPLETO:

UFC 258
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 13 de fevereiro de 2021

Card principal (0h, horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Gilbert Durinho
Peso-mosca: Maycee Barber x Alexa Grasso
Peso-médio: Kelvin Gastelum x Ian Heinisch
Peso-galo: Andre Ewell x Chris Gutierrez
Peso-médio: Maki Pitolo x Julian Marquez

Card preliminar (20h30, horário de Brasília)
Peso-leve: Jim Miller x Bobby Green
Peso-médio: Rodolfo Vieira x Anthony Hernandez
Peso-meio-médio: Belal Muhammad x Dhiego Lima
Peso-palha: Polyana Viana x Mallory Martin
Peso-pena: Ricky Simón x Brian Kelleher
Peso-meio-médio: Gabriel Green x Phil Rowe
Peso-mosca: Gillian Robertson x Miranda Maverick