Ex-campeão peso-galo do Ultimate, TJ Dillashaw já tem adversário e data definidos para fazer seu retorno à organização. Após cumprir uma suspensão de dois anos da USADA (Agência Antidoping dos EUA), o americano vai enfrentar seu compatriota Cory Sandhagen no dia 8 de maio, provavelmente em Las Vegas, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada pela ESPN na noite da última quinta-feira (18).

Atualmente com 35 anos, Dillashaw tem um cartel de 16 vitórias e quatro derrotas no MMA, e fez sua última luta em janeiro de 2019, quando acabou sendo nocauteado por Henry Cejudo em apenas 32 segundos em disputa pelo cinturão peso-mosca. Na época, TJ, então campeão dos galos, tentou se tornar detentor de dois títulos de maneira simultânea. Sete anos mais novo em relação ao seu oponente, Cory Sandhagen ocupa no momento a segunda posição no ranking da categoria, atrás somente de Petr Yan e do campeão Aljamain Sterling. O “Sandman” vem embalado por dois triunfos em sequência, sobre Marlon Moraes e Frankie Edgar.

Ex-campeão Cody Garbrandt tem nova luta marcada

Além de Dillashaw, outro ex-campeão peso-galo da companhia estará de volta. Atual quarto colocado no ranking até 61kg, Cody Garbrandt vai ter pela frente o casca-grossa Rob Font, que ocupa no momento a terceira posição na lista dos melhores atletas da divisão. A ESPN também foi a responsável por informar o agendamento do duelo, que vai acontecer no dia 22 de maio, na luta principal de um UFC Fight Night.

Com 29 anos, Garbrandt (12-3) vinha de três derrotas consecutivas na franquia, no entanto, em sua última apresentação, o lutador retomou o caminho das vitórias ao superar o brasileiro Raphael Assunção por nocaute técnico no segundo assalto, em combate que aconteceu em junho do ano passado. Quatro anos mais velho em relação ao oponente, Rob Font vive grande fase em sua carreira e chega embalado por três vitórias seguidas, sobre Sergio Pettis, Ricky Simón e Marlon Moraes, esta última em dezembro passado.

Ricardo Carcacinha encara americano em abril

Após ter a luta contra Zubaira Tukhugov, no último sábado (13), cancelada, Ricardo Carcacinha já tem um novo adversário para entrar em ação. Segundo o site MMA Junkie, o brasileiro agora vai medir forças com Bill Algeo no card do UFC Vegas 24, agendado para acontecer no próximo dia 17 de abril, em Las Vegas (EUA).

Com apenas 25 anos e fazendo parte do plantel do Ultimate desde 2017, Carcacinha vinha de dois triunfos consecutivos, mas em sua aparição mais recente no octógono, em julho do ano passado, ele foi nocauteado por Lerone Murphy ainda no round inicial. Seis anos mais velho, Bill Algeo veio do evento Cage Fury para o UFC em 2020. Depois de estrear com derrota para Ricardo Lamas, em agosto, o americano retornou ao cage em novembro e, em luta contra Spike Carlyle, saiu vencedor na decisão unânime dos jurados.

Lara Procópio tem confronto agendado para junho

Atleta da categoria peso mosca feminino, Lara Procópio foi mais uma representante do Brasil a ter luta marcada no UFC. A mineira, de acordo com o site MMA Fighting, vai enfrentar a australiana Casey O’Neill em evento do Ultimate que está agendado para o dia 19 de junho, ainda sem um local definido.

Natural de Belo Horizonte, Lara (7-1) estreou no Ultimate em 2019, sendo derrotada pela compatriota Karol Rosa na decisão dividida dos árbitros. Seu primeiro triunfo na organização ocorreu em fevereiro deste ano, quando ela enfrentou Molly McCann e saiu com o resultado positivo na decisão unânime. Pela frente, a brasileira terá uma atleta que está invicta no MMA, com seis resultados positivos contabilizados. A australiana, de apenas 23 anos, fez sua estreia no UFC também em fevereiro, superando Shana Dobson.

Embalada, Karol Rosa enfrenta Sijara Eubanks

Vivendo grande momento dentro do Ultimate, Karol Rosa vai ter a chance de subir mais alguns degraus na categoria peso galo feminino. A brasileira teve duelo marcado contra Sijara Eubanks para o card do UFC 263, no dia 12 de junho, em local ainda a ser anunciado. A informação foi trazida inicialmente pelo site Combate.com. Vale ressaltar também que o confronto deveria ter ocorrido em setembro do ano passado, mas Karol precisou ser retirada do embate após passar mal durante seu processo de corte de peso.

Atual 14ª colocada no ranking da divisão dos galos, a capixaba está invicta na companhia, com três vitórias, sendo a última delas em fevereiro, quando bateu Joselyne Edwards na decisão unânime após três rounds de luta. Uma posição acima em relação à brasileira na lista das melhores lutadoras da categoria, Sijara Eubanks vive momento oposto e perdeu seus últimos dois compromissos no UFC, para Ketlen Vieira e Pannie Kianzad.