Realizado no último sábado (6), em Las Vegas (EUA), o UFC 259 teve em uma de suas três disputas de cinturão um desfecho incomum e totalmente anticlímax. Fazendo a sua primeira defesa de título na categoria peso galo, o campeão Petr Yan estava ligeiramente superior no combate e nas pontuações round a round diante de Aljamain Sterling. No entanto, no quarto assalto, o russo aplicou uma joelhada ilegal no jamaicano, que sentiu bastante o golpe e não teve mais condições de continuar na luta. O árbitro central, então, seguiu as regras e desqualificou Yan, coroando Sterling como novo campeão da categoria.

O fato de Aljamain não ter retornado para a luta gerou uma série de comentários nas redes sociais e, entre eles, estavam os de TJ Dillashaw, Henry Cejudo e Cody Garbrandt, três ex-campeões até 61kg, que criticaram a postura do agora novo campeão peso-galo, considerando que ele teria condições de voltar.

“E o Oscar de melhor ator em uma luta de título vai para Aljamain Sterling. E Petr Yan precisa fazer um curso intensivo sobre as regras do esporte do qual ele foi uma vez campeão. Petr, agora você é um trapaceiro também”, disparou Dillashaw, que horas depois, recebeu uma resposta de Sterling, lembrando do caso de doping envolvendo TJ, que após cumprir dois anos de suspensão, está liberado para voltar este ano.

“Você trapaceou durante toda a sua carreira no UFC e ainda tem a coragem de chamar alguém de ator? Você perdeu sua hombridade quando decidiu injetar em si mesmo para que você pudesse competir de verdade. Espero que (Cory) Sandhagen te faça de besta como fazia nos treinos antes”, respondeu Aljamain.

Logo depois, foi a vez de Henry Cejudo ironizar a desistência de Aljamain Sterling na disputa de título contra Petr Yan, citando que o jamaicano, após o combate contra o russo, concedeu entrevista normalmente à transmissão americana do UFC. O novo campeão novamente rebateu, dessa vez apenas com um “legal”.

“Ele teve uma concussão e não podia lutar, mas podia conduzir uma entrevista completa e tweetar… É por isso que uma medalha de ouro olímpica é a maior realização que um atleta pode ter. Mas Sterling, pelo menos você sabe que poderia se dar bem em Hollywood. E eu não estou nem promovendo ódio por inveja”.

Por fim, Cody Garbrandt foi na mesma linha de pensamento adotada por Henry Cejudo e citou a entrevista dada por Aljamain logo após o fim da luta contra Yan: “Por que cara*** entrevista se ele está tão atordoado?”.

Dana White já projeta revanche

Com o desfecho inesperado do confronto entre Petr Yan e Aljamain Sterling, uma revanche entre os dois lutadores é inevitável e, momentos após o término da luta, os fãs de MMA já começaram a pedir por um novo duelo pelo cinturão dos galos. Ao ser questionado sobre o embate, o presidente do UFC, Dana White, expôs toda sua insatisfação pela maneira como a disputa terminou e, em coletiva de imprensa, garantiu que ainda nesta semana vai ter uma reunião para definir a data da revanche envolvendo o russo e o jamaicano.

“Foi uma me*** (desfecho do duelo). Foi uma luta boa, uma luta que deixou todos animados e sabíamos que ia ser boa. Aljamain Sterling também quer a revanche contra Petr Yan e nós vamos resolver isso”, disse Dana.