Junior Cigano, ex-campeão dos pesados e um dos grandes nomes da história do MMA brasileiro dentro do UFC, foi demitido pela organização no começo deste mês de março. O lutador vinha de uma sequência negativa de quatro derrotas seguidas – todas elas por nocaute. Outro nome de peso dispensado foi Alistair Overeem. Mas o Bare Knuckle FC, companhia de Boxe sem luvas, já está de olho em ambos veteranos.

David Feldman, presidente do BKFC, comentou ao site MMA Junkie que entrou em contato com os agentes dos lutadores para abrir negociação. O dirigente aposta que pelo menos um reforçará o plantel do evento.

“Estamos conversando com a Ana, que é agente do Junior dos Santos e também falamos com George, que está representando o Alistair Overeem. Os dois disseram que queriam apenas algumas semanas antes de decidirem que direção tomar. Provavelmente acabaremos não assinando com os dois. Mas acho que há uma grande possibilidade de acabarmos contratando um desses caras”, projetou o dirigente do BKFC.

Aos 37 anos, Cigano registra um cartel de 21 vitórias e nove derrotas no MMA. O lutador tem origem no Boxe e manifestou o desejo de competir na modalidade. Já Overeem, aos 40 anos, tem 47 triunfos e 19 reveses.