* Treinador responsável por grandes nomes do MMA brasileiro, Diego Lima, líder da Chuta Boxe São Paulo, terá dois pupilos em ação nas próximas edições do UFC. Primeiro, neste sábado (13), a peso-palha Glorinha de Paula fará sua estreia na organização pelo UFC Vegas 21, contra a americana Jinh Yu Frey, enquanto no dia 27 de março, vai ser a vez de Thominhas Almeida enfrentar Sean O’Malley no UFC 260, em Las Vegas (EUA).

Em entrevista à TATAME, Diego analisou os próximos compromissos da dupla. Sobre Glorinha, contratada após boa apresentação no Contender Series, o treinador projetou um grande futuro. “Eles estão vindo com tudo. A Glorinha está super feliz. Eu tenho certeza de que ela vai impressionar cada vez mais o Dana White, assim como foi no Contender. Ela é uma menina que tem o estilo Chute Boxe no sangue: vai pra dentro, troca porrada, leva uma e dá três de volta. A Glorinha é muita guerreira e todas as lutas dela terminam com o público de pé, apreensivo. Ela se doa 100%, então sei que vai ser um show essa estreia no UFC”, falou o casca-grossa. “Acredito que ela vai chegar forte na categoria (peso palha). O Dana falou muito bem dela, as atletas da divisão sabem que está chegando uma nova menina, forte e creio que em pouco tempo estará no topo”.

Já a respeito de Thominhas, o peso-galo vai fazer sua segunda luta depois de quase três anos sem atuar por conta de complicações de uma lesão no olho. O retorno do paulista ocorreu no fim de 2020, com uma derrota por decisão unânime para Jonathan Martinez, mas nada que abale o trabalho realizado, segundo Diego Lima. Em busca de recuperação, Thomas agora irá encarar o jovem americano Sean O’Malley no UFC 260.

“Hoje ele está ótimo, melhor impossível. Realmente foi um tempo triste, um cara novo, afastado da sua paixão (lutar), com dúvidas se voltava ou não, cirurgia, mas ao mesmo tempo ele amadureceu muito com isso tudo e acredito que o Thominhas está pronto para a sua retomada. Sei que chegou a hora dele”, disse o treinador.

Mais experiente que o oponente, Thominhas acumula 22 vitórias e quatro derrotas no MMA, mas vem de três resultados ruins. O’Malley, por outro lado, conheceu seu primeiro revés como profissional em agosto do ano passado, quando perdeu para Marlon Vera no UFC 252. Antes, o americano anotou 12 triunfos consecutivos.

“Essa luta foi cogitada no início do ano, mas sem tempo hábil para se preparar, e agora está tudo certo. É uma luta excelente. Ano passado o Thominhas sofreu um revés, mas para nós foi uma vitória ele voltar após três anos parado. Graças a Deus ele está 100% recuperado, zerado e agora nós podemos olhar pra frente. O Thominhas está de volta ao jogo, motivado e O’Malley é um ótimo adversário para ele iniciar essa retomada”.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 21
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 13 de março de 2021

Card principal (22h, horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Leon Edwards x Belal Muhammad
Peso-meio-pesado: Mischa Cirkunov x Ryan Spann
Peso-pena: Dan Ige x Gavin Tucker
Peso-galo: Jonathan Martinez x Davey Grant
Peso-mosca: Matheus Nicolau x Manel Kape
Peso-meio-pesado: Eryk Anders x Darren Stewart

Card preliminar (19h, horário de Brasília)
Peso-palha: Angela Hill x Ashley Yoder
Peso-pena: Charles Jourdain x Marcelo Rojo
Peso-galo: Rani Yahya x Ray Rodriguez
Peso-leve: Nasrat Haqparast x Rafa Garcia
Peso-mosca: Cortney Casey x JJ Aldrich
Peso-palha: Jinh Yu Frey x Glorinha de Paula
Peso-meio-médio: Matthew Semelsberger x Jason Witt

* Por Diogo Santarém