Ariane Sorriso vence após reviravolta no card preliminar do UFC 261; Alex Cowboy é finalizado

Publicidade

Animados com o retorno do público, os lutadores se entregaram ao máximo para produzir um grande show no card preliminar do UFC 261, na noite deste sábado (24), em Jacksonville, na Flórida (EUA). Foram lutas emocionantes, grandes nocautes, finalizações e com dois brasileiros em ação. Ariane Sorriso conquistou a vitória após uma reviravolta contra a chinesa Na Liang por nocaute técnico no segundo round da primeira luta do evento. Já Alex Cowboy teve um bom início, mas foi finalizado por Randy Brown no peso-meio-médio.

Ariane nocauteia em luta insana 

O primeiro round foi insano na abertura do card. Logo no primeiro ataque, Na Liang foi para cima e conectou golpes em Ariane Sorriso que sentiu. A chinesa desenvolveu quedas, trabalhou golpes no chão e até tentou finalizar, mas a brasileira ressurgiu na parte final com bons golpes e foi castigando a oponente no ground and pound. A asiática estava visivelmente desgastada e foi para o córner carregada pelo treinador.

Com o gás aparentemente recuperado, Liang voltou com um estilo mais agressivo e derrubou a brasileira, que dessa vez não demorou muito para contra-atacar. Ariane raspou, passou a trabalhar por cima e foi conectando os golpes até o árbitro James Folsom interromper. É a primeira vitória da peso-palha brasileira dentro do Ultimate, que estreou com derrota. Já “Dragon Girl” começa a caminhada na franquia com revés.

Cowboy é finalizado por Brown

Alex Cowboy adotou a tática de minar a base de Randy Brown com low kicks. Mas o jamaicano – com maior envergadura – foi avançando e conquistou um knockdown ao aplicar um limpo cruzado de direita. O lutador seguiu agressivo, trabalhou no grappling e finalizou o brasileiro ainda no primeiro round com um estrangulamento – usando apenas um braço. “Rude Boy” volta a vencer no meio-médio do UFC após revés para Vicente Luque, enquanto Oliveira, em sua 20ª aparição no Ultimate, conhece o segundo revés seguido.


Outros destaques do card preliminar 

Dwight Grant teve as melhores ações nos dois rounds iniciais, mas quase foi finalizado por Stefan Sekulic que encaixou uma guilhotina. O americano venceu por decisão dividida e volta a triunfar. Já o sérvio segue sem vencer no UFC. No fim do primeiro round, Brendan Allen encontrou uma chave de calcanhar justa para finalizar Karl Roberson e reencontrar o caminho das vitórias nos médios. “Baby K” registra o segundo resultado negativo consecutivo. Pat Sabatini começou a trajetória no UFC com o pé direito e derrotou Tristan Connelly por decisão unânime, em combate nos penas. O canadense conhece o primeiro revés na franquia.

Natural da Mongólia, Danaa Batgerel precisou de apenas 50 segundos para nocautear Kevin Natividad no peso-galo com um belo cruzado de esquerda para chegar ao segundo triunfo seguido. O americano, por sua vez, marca o segundo resultado negativo em sequência e fica ameaçado de corte. O peso-leve Rodrigo Vargas venceu Zhu Rong em um combate agitado por decisão unânime. O público ficou de pé em Jacksonville. O mexicano ganha uma nova vida na organização após começo com duas derrotas. Já o chinês não inicia de forma positiva a carreira no Ultimate. Em uma luta animada durante os 15 minutos, Jeff Molina bateu Aori Qileng por decisão unânime no peso-mosca. Os dois lutadores eram estreantes na organização.

CARD COMPLETO: 

UFC 261
Jacksonville, na Flórida (EUA)
Sábado, 24 de abril de 2021

Card principal (23h, horário de Brasília) 
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal
Peso-palha: Weili Zhang x Rose Namajunas
Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Jéssica Bate-Estaca
Peso-médio: Uriah Hall x Chris Weidman
Peso-meio-pesado: Anthony Smith x Jimmy Crute

Card preliminar
Randy Brown finaliza Alex Cowboy com um estrangulamento no 1R
Dwight Grant derrotou Stefan Sekulic por decisão dividida dos jurados
Brendan Allen finalizou Karl Roberson com uma chave de calcanhar no 1R
Pat Sabatini derrotou Tristan Connelly por decisão unânime dos jurados
Danaa Batgerel derrotou Kevin Natividad por nocaute no 1R
Rodrigo Vargas derrotou Rong Zhu por decisão unânime dos jurados
Jeff Molina derrotou Aori Qileng por decisão unânime dos jurados
Ariane Sorriso derrotou Na Liang por nocaute técnico no 2R

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade