José Augusto Azevedo Barros, o “Gugu”, estreou com o pé direito no cage circular do Bellator. Na última sexta-feira (2), o baiano de Paulo Afonso fez seu debute no Bellator 255, que aconteceu em Connecticut, nos Estados Unidos, finalizando o ex-lutador do UFC Jonathan Wilson com um justo katagatame. A vitória veio de forma emocionante. Gugu Azevedo encaixou o estrangulamento no final do primeiro assalto e viu o seu oponente dar os três tapinhas faltando apenas dois segundos para o término do round, conforme lembrou.

“Eu sabia que o tempo estava acabando. Meu córner avisou quando faltavam dez segundos. Aproveitei e fiz toda força possível para terminar a luta. Eu pensei em desgastar ele ao máximo, pois tinha certeza que se ele não desistisse ali, eu finalizava ou nocauteava ele no segundo round”, afirmou o meio-pesado de 38 anos que, desde que se juntou à equipe dos irmãos Pitbull, venceu todos os seus compromissos no MMA.

A vitória foi a quinta seguida do atleta, que agora tem sete triunfos e duas derrotas, além de uma luta sem resultado no cartel. Apesar de ter ficado quase dois anos sem lutar, Gugu aprovou sua estreia no Bellator.

“Eu gostei da minha performance. Consegui a vitória de forma convincente, sem deixar nas mãos dos juízes. Eu esperava que meu adversário fosse mais agressivo, e pensei que sentiria um pouco do ritmo porque já fazia um ano e seis meses que não lutava”, disse o lutador, analisando o seu futuro dentro da organização. “Estou mais confiante do que nunca, mas vou manter meus pés no chão, continuar trabalhando para subir degrau por degrau. Sem pressa. Tenho muito tempo pela frente para melhorar. Sei que o futuro será bom”.