* Ex-campeã dos palhas, Jéssica Bate-Estaca foi em busca de novos desafios e teve êxito na divisão dos moscas. A brasileira estreou com vitória sobre a então número 1 do ranking Katlyn Chookagian por nocaute no primeiro round e conquistou o direito de encarar a dona do cinturão, Valentina Shevchenko. O combate está programado para o dia 24 de abril, no co-main event do UFC 260, em Jacksonville, na Flórida (EUA).

À TATAME, Jéssica projetou o encontro com a campeã: “A Valentina é uma lutadora muito dura. Tem poucos pontos fracos. Acho que dá para explorar essa parte de chão, entradas de quedas. Acho que nesse quesito, eu consigo explorar muito dentro da luta e posso anular o jogo dela. Ela trabalha muito no contragolpe, já eu sou muito agressiva, gosto de caminhar o tempo todo pra frente”, analisou a ex-campeã da divisão até 62kg.

Na sua quarta defesa de título, “Bullet” encarou a também brasileira Jennifer Maia, em novembro de 2020. Jéssica contou que a curitibana, apesar de derrotada por decisão unânime, mostrou algumas brechas no jogo de Valentina e garantiu que vai estudar a fundo a oponente para colocar o seu plano em prática.

“Na última luta contra a Jennifer Maia, dá pra ver que a Jennifer fez muita coisa diferente e mostrou um lado da Valentina que não é muito forte, que é essa questão de chão e de manter as costas no chão. Então, como eu tenho uma força muito boa para isso e treino há muitos anos, talvez essa seja a maior ajuda que eu posso ter. Pegar essas lutas e assistir. A gente sempre conversa com outras lutadoras e pega algumas dicas, mas a melhor forma é assistir às lutas e tirar conclusões”, projetou a paraense, que busca seu segundo cinturão.

Sobre a experiência na nova divisão, Jéssica, que já foi campeã nos palhas (até 52kg) e iniciou sua trajetória no UFC no peso galo (61kg), relatou o desafio nos moscas (até 56kg): “Eu me senti muito bem nessa nova categoria dos moscas. Me senti mais forte, mais preparada, mais tranquila, mais ciente e confiante do que tinha que fazer dentro do octógono. Acho que toda vez que eu entro feliz dentro do octógono, passando a semana bem, perdendo o peso de forma saudável e recuperando o peso bem para a luta, isso me dá muita felicidade. Eu estando feliz, consigo fazer coisas que nem eu acredito (risos)”, concluiu a atleta de 29 anos.

CARD COMPLETO:

UFC 261
Jacksonville, na Flórida (EUA)
Sábado, 24 de abril de 2021

Card principal (23h, horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal
Peso-palha: Weili Zhang x Rose Namajunas
Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Jéssica Bate-Estaca
Peso-médio: Uriah Hall x Chris Weidman
Peso-meio-pesado: Anthony Smith x Jimmy Crute

Card preliminar (19h, horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Randy Brown
Peso-médio: Karl Roberson x Brendan Allen
Peso-meio-médio: Dwight Grant x Stefan Sekulic
Peso-galo: Danaa Batgerel x Kevin Natividad
Peso-mosca: Aori Qileng x Jeff Molina
Peso-galo: Johnny Muñoz x Mark Striegl
Peso-leve: Rodrigo Vargas x Rong Zhu
Peso-palha: Ariane Sorriso x Na Liang
Peso-leve: Tristan Connelly x Pat Sabatini

* Por Yago Rédua