Realizado na noite da última quinta-feira (29), nos Estados Unidos, o segundo evento da PFL em 2021 contou com duelos válidos pela temporada regular das categorias meio-médio e meio-pesado, além de um show dos brasileiros. Enquanto Antônio Cara de Sapato finalizou Tom Lawlor com uma guilhotina e Cezar Mutante nocauteou Nick Roehrick, ambos no primeiro round, João Zeferino derrotou Gleison Tibau por decisão unânime em um animado combate entre os compatriotas.

Na luta principal, o ex-UFC Rory MacDonald mais uma vez comprovou sua qualidade ao finalizar Curtis Millender com um mata-leão no primeiro assalto. Também através da arte suave, Ray Cooper III superou Jason Ponet no co-main event, encaixando um justo katagatame.

Vale lembrar que o formato da Professional Fighters League é inspirado nas grandes ligas esportivas americanas, nas quais o campeonato é dividido em temporada regular e playoffs. Na PFL MMA, a temporada regular consiste em duas lutas para cada atleta, e cada uma vale pontos na classificação. Uma vitória conta três pontos e o empate vale um ponto. “No Contest” (luta sem resultado) também vale um ponto. Triunfos por nocaute e finalização recebem bônus de acordo com o round em que acontecerem: no primeiro assalto, são três pontos de bônus; no segundo, dois pontos; e no terceiro, um ponto. Ao fim da primeira parte, os quatro melhores classificados de cada categoria passam aos playoffs e se enfrentam por uma vaga na grande decisão, valendo US$ 1 milhão para o campeão por divisão.

 

Peso-meio-médio: MacDonald e Ray Cooper III impressionam

Com finalizações no primeiro round, Rory MacDonald e Ray Cooper III largaram na frente na corrida pelo prêmio de US$ 1 milhão na categoria até 77kg. Os dois aparecem na liderança da classificação, com 6 pontos cada, seguidos por João Zeferino (3 pontos), Sabidou Sy (1 ponto) e Nikolai Aleksakhin (1 ponto). Gleison Tibau, Curtis Millender e Jason Ponet não pontuaram.

Ex-campeão do Bellator e desafiante ao cinturão do UFC, MacDonald estreou e confirmou seu favoritismo na luta principal. Após um estudo inicial, o canadense não demorou para quedar Millender e, com talento, buscar o mata-leão. Já Ray Cooper III, atual campeão dos meio-médios, precisou de apenas 90 segundos para colocar Jason Ponet pra dormir com um katagatame.

> Posição – Lutador – Pontuação
1. Ray Cooper III – 6 pontos
2. Rory MacDonald – 6 pontos
3. João Zeferino – 3 pontos
4. Sadibou Sy – 1 ponto
5. Nikolai Aleksakhin – 1 ponto
6. Gleison Tibau – 0 ponto
7. Curtis Millender – 0 ponto
8. Jason Ponet – 0 ponto

 

Peso-meio-pesado: Cara de Sapato e Mutante largam na frente

Na divisão até 93kg, os líderes são os brasileiros Antônio Cara de Sapato e Cezar Mutante, com 6 pontos cada. Em sua primeira luta como meio-pesado, Mutante literalmente atropelou Nick Roehrick, vencendo por nocaute em 37 segundos após uma sequência de socos. O faixa-preta de Jiu-Jitsu, por sua vez, deu uma aula de chão para pegar Tom Lawlor na guilhotina no primeiro round.

Atual campeão meio-pesado, o argentino Emiliano Sordi teve trabalho, mas superou Chris Camozzi por decisão unânime, anotando 3 pontos. Já Marthin Hamlet mostrou a que veio e, em sua estreia na organização, finalizou Dan Spohn com um katagatame no segundo assalto para somar 5 pontos. Outro que pontou foi Jordan Young, depois que o brasileiro Vinny Magalhães acabou retirado do duelo após não passar pela pesagem. Vinny, inclusive, começa na disputa com saldo negativo de -1.

> Posição – Lutador – Pontuação
1. Cezar Mutante – 6 pontos
2. Antônio Cara de Sapato – 6 pontos
3. Marthin Hamlet – 5 pontos
4. Emiliano Sordi – 3 pontos
5. Jordan Young – 3 pontos
6. Chris Camozzi – 0 ponto
7. Dan Spohn – 0 ponto
8. Tom Lawlor – 0 ponto
9. Nick Roehrick – 0 ponto
10. Vinny Magalhães – (-1 ponto)

RESULTADOS COMPLETOS:

PFL 2021 #2
Atlantic City, em Nova Jersey (EUA)
Quinta-feira, 29 de abril de 2021

Card principal
Rory MacDonald finalizou Curtis Millender com um mata-leão no 1R
Ray Cooper III finalizou Jason Ponet com um katagatame no 1R
João Zeferino derrotou Gleison Tibau por decisão unânime dos jurados
Emiliano Sordi derrotou Chris Camozzi por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Antônio Cara de Sapato finalizou Tom Lawlor com uma guilhotina no 1R
Cezar Mutante derrotou Nick Roehrick por nocaute no 1R
Sadibou Sy x Nikolay Aleksakhin foi declarada “No Contest” (sem resultado)
Marthin Hamlet Nielsen finalizou Dan Spohn com um katagatame no 2R