Novo campeão peso-pesado do UFC, Francis Ngannou deixou claro que não pretende ficar muito tempo parado até fazer sua primeira defesa de título. Vencedor na luta principal do UFC 260 ao derrotar Stipe Miocic por nocaute técnico no segundo round, o camaronês ainda não sabe quem será seu próximo adversário, no entanto, tem conhecimento de que Jon Jones é cotado como um dos “favoritos” ao posto pelo cinturão.

Mesmo ciente de que “Bones” vem pedindo por uma valorização financeira e que isso pode fazer com que o ex-campeão meio-pesado acabe sendo preterido pelo Ultimate em uma disputa de cinturão nos pesados, Ngannou se mostrou disposto a topar o desafio de enfrentar o americano. Todavia, em entrevista ao podcast “Hotboxin”, ao fazer uma breve comparação entre Jones e Miocic, o “Predador” citou que o agora ex-detentor do título peso-pesado é um adversário mais “complicado”, tendo como base os dois duelos que fez diante de Stipe, o primeiro deles em 2018, onde Francis acabou sendo derrotado na decisão unânime dos jurados.

Dessa forma, ao comparar os dois atletas, Francis Ngannou foi claro em afirmar que Jon Jones é um lutador mais “completo”, ou seja, que possui mais técnicas e ferramentas para vencer um combate. Mas questionou a resistência de “Bones”, algo que Stipe Miocic já colocou em prova diante do próprio camaronês.

“Todos nesta posição gostariam de ser compensados. Basicamente, um cara como Jones Jones luta há muito tempo e não há nada de errado em querer receber mais. Não sei qual é o problema. Eu gostaria que essa luta contra ele acontecesse. Definitivamente, seria a luta número um. Jones tem mais ferramentas do que Miocic, mas não tenho certeza se ele é mais resistente do que o Miocic”, opinou o atual campeão.