O mundo atual prega por equidade entre homens e mulheres. E a força feminina que vem ganhando diversos espaços da sociedade também está se refletindo nas competições de Jiu-Jitsu. As principais entidades esportivas vêm igualando as premiações em dinheiro para os dois gêneros, como é o caso da CBJJE.

Giovana de Souza, de 17 anos, contou que já participou de dois eventos da CBJJE e ficou animada com o número de competidoras inscritas. A faixa-azul juvenil da Alliance-MS destacou as premiações iguais.

“Estou impressionada, por ser a primeira vez que eu vejo tanta mulher competir assim. Geralmente, não são todas que estão interessadas em competir. Isso é muito importante (premiação igual entre homens e mulheres), porque anima a entrar no absoluto. Com a premiação igual, acho super certo”, disse a atleta.

Diana Araújo, da equipe Atos, apontou para a maior visibilidade que o Jiu-Jitsu feminino vem conquistando: “Estamos sendo reconhecidas. Antigamente, não éramos reconhecidas como agora. No início, não via quase nenhuma menina competindo, mas agora vejo várias lutadoras e a cada dia vamos avançando”, comentou.

O próximo evento da CBJJE será o Paulista BJJ, na cidade de Embu das Artes (SP). O torneio está programado para os dias 15 e 16 de maio e será aberto a todas as classes, faixas e idades (masculino e feminino). O campeonato também vai contar com premiação da faixa-azul juvenil até o master 5 – sempre no absoluto.

SERVIÇO: 

Paulista BJJ – CBJJE
Local: Embu das Artes, em São Paulo
Data: 15 e 16 de maio de 2021
Inscrições: AQUI