Ex-campeão duplo do UFC (peso-pena e leve), Conor McGregor entrou em clima nostálgico nas suas redes sociais. Atualmente com 32 anos, o irlandês relembrou sua estreia pelo Ultimate, que completou oito anos nesta semana. No dia 6 de abril de 2013, o lutador venceu Marcus Brimage por nocaute em pouco mais de um minuto e deu início à uma trajetória vitoriosa na organização, que conta com dez triunfos e três derrotas.

Com trilogia marcada diante de Dustin Poirier para o dia 10 de julho, na luta principal do UFC 264, McGregor celebrou o “aniversário” da estreia e citou momentos importantes da sua caminhada no MMA profissional, onde tem 22 vitórias (sendo 19 por nocaute) e cinco reveses. Além disso, Conor deixou claro que pretende se inspirar no resultado sobre Brimage visando a luta com Poirier, para quem perdeu em janeiro, via nocaute.

“Nesta data, em 2013, eu me pesava para a minha estreia no UFC. Que jornada! Ela (luta com Brimage) se tornou meu 12º nocaute no MMA. Dustin Poirier se tornou meu 12º nocaute no primeiro round nas artes marciais mistas. A próxima luta será minha 12ª luta principal no Ultimate. Soube da minha estreia no UFC com nove semanas de antecedência. Tirei uma semana para me endireitar, por não treinar e festejar e, pelas próximas oito semanas, me mudei para o apartamento da minha irmã, que ficava perto da academia. Eu acordava, treinava, voltava andando para casa, me alimentava e descansava. Depois treinava de novo, voltava para casa, dormia e repetia”, relembrou o irlandês, maior astro da companhia hoje, que prosseguiu.

“Não tinha dias de descanso. Nenhum. Nem no domingo. Vou usar essa linha novamente para minha luta de retorno (contra Poirier, em julho). Eu não me tornei campeão duplo do UFC dessa maneira, mas fui campeão dos penas assim e campeão duplo do Cage Warriors também”, encerrou McGregor. Reveja a estreia abaixo: