Ser mulher não é nada fácil, ainda mais quando sua profissão implica em ter que trabalhar em festas noturnas. É o caso da fashion stylist e DJ Jana Lee. Responsável por animar baladas em Nova York, nos Estados Unidos, a brasileira encontrou na defesa pessoal a confiança para comandar as pickups sem precisar se preocupar com os importunos causados por bêbados na noite.

“É importante se sentir confiante até mesmo quando se está sozinha em um estacionamento. Comecei a treinar Boxe ainda no Brasil e dei sequência quando me mudei para os EUA. Crimes acontecem em qualquer lugar, aqui não é diferente. Hoje me sinto mais segura tanto para fazer as atividades do dia a dia quanto para tocar nas festas sem me sentir incapaz de me defender”, explica a brasileira.

Existe na defesa pessoal o jargão de que “é melhor saber e não precisar do que precisar e não saber”. Embora tenha consciência de que em determinadas situações o melhor a se fazer é não reagir, a DJ Jana Lee quase precisou colocar em prática as combinações aprendidas nas aulas com Kenny Quon.

“Nunca cheguei a usar as técnicas, mas recentemente invadiram a minha casa aqui nos EUA. Claro que, dependendo da situação, não se pode reagir, mas eu já fiquei preparada caso fosse a única saída. Graças a Deus a polícia chegou a tempo e os invasores fugiram”, detalhou a paulista de 34 anos, que mudou para os EUA para investir na carreira de produtora musical.