Definitivamente, a “aventura” de Ben Askren no Boxe foi decepcionante para o lutador e para os fãs de MMA que acompanham o ex-lutador do UFC e ex-campeão do ONE Championship. No último sábado (17), em Atlanta (EUA), em evento realizado pela “Triller Fight Club”, o americano foi nocauteado de forma brutal pelo Youtuber Jake Paul, em pouco mais de um minuto de combate. Logo depois da dura derrota, o veterano se pronunciou.

Primeiramente, Askren, atualmente com 36 anos de idade, foi às redes sociais e, através de sua conta oficial no Twitter, resumiu sua frustração com o resultado negativo escrevendo: “Desculpe, mundo :(“.

Já em coletiva de imprensa realizada após o término do evento, Ben Askren foi ainda mais firme em suas palavras e adiantou que a luta contra Jake Paul no Boxe foi sua primeira e última na nobre arte. O americano ressaltou que “pegará” a premiação que recebeu, US$ 500 mil (quase R$ 2,7 milhões), e vai voltar a se dedicar ao Wrestling, modalidade que é oriundo.

“Provavelmente, é merecido. Fui nocauteado por Jake Paul. É muito constrangedor. Eu não decepcionei a comunidade do MMA, eu decepcionei o mundo. As pessoas odeiam Jake Paul e elas queriam me ver envergonhando o cara, mas não fiz isso. Aceitei uma luta de Boxe e não fui tão bem. Eu não o respeito e sei que decepcionei muitas pessoas. Vou levar cerca de um milhão de dólares e vou treinar Wrestling”, disse o veterano.

Com um cartel de 19 vitórias e apenas duas derrotas no MMA profissional, Ben Askren já foi considerado um dos principais lutadores do mundo na categoria meio-médio. Com passagem pelo Bellator, o americano se consagrou no evento asiático ONE Championship, onde se tornou campeão da divisão até 77kg e chamou a atenção do UFC, que o contratou em 2019. Na organização, Askren estreou com triunfo sobre o ex-campeão Robbie Lawler, mas na sequência, amargou derrotas para Jorge Masvidal (em apenas cinco segundos de luta) e Demian Maia, respectivamente.