Pouco mais de dez anos após popularizar o UFC no Brasil, a RedeTV! volta a apostar no MMA, dessa vez através do gigante asiático ONE Championship. Superintendente de Jornalismo, Esportes e Digital do canal brasileiro, Franz Vacek fez uma comparação sobre as duas épocas e revelou os fatores que levaram a emissora paulistana a selar uma promissora parceria com o evento com base em Cingapura.

“Potencial de audiência e faturamento. Identificamos uma demanda reprimida do público da RedeTV!, nostálgico em assistir MMA com o nosso DNA. Fizemos um filtro muito grande para identificarmos qual seria a competição ideal, levando em conta a qualidade, os brasileiros em destaque e a curva de crescimento do ONE mundialmente. Hoje é o maior da Ásia e não deve em nada para UFC ou Bellator, por exemplo”, explicou.

Se hoje o MMA é um dos esportes mais populares do país – e do mundo -, em 2009, quando a RedeTV! deu os primeiros espaços para o UFC, o cenário era totalmente diferente. Graças à paciência do canal, o esporte foi ganhando os lares brasileiros, até que, em agosto de 2011, alcançou o primeiro lugar da audiência com a transmissão do UFC 134, estrelado por lendas como Anderson Silva, Rodrigo Minotauro e Maurício Shogun.

“Eu sou a prova viva de que na década passada precisávamos explicar na televisão que MMA não era briga, mas um esporte com regras definidas. No início, quem assistia MMA na RedeTV! era o público predominantemente masculino, mas com a popularização da modalidade as famílias começaram a assistir juntas e torcer para os seus ídolos. Nosso pioneirismo foi coroado na época com altos índices de audiência”.

Devido à enorme diferença de fuso horário entre Ásia e Brasil, os primeiros eventos da ONE Championship na RedeTV! serão transmitidos em VT, sempre às 23h (no horário de Brasília) das sextas-feiras. Entretanto, se a resposta do público for positiva, como espera o canal, existe a possibilidade das transmissões passarem a ser ao vivo. Além disso, Franz Vacek não descartou uma edição do show em solo brasileiro.

“Apostamos na resposta do mercado. Na RedeTV! não esconderemos o evento na nossa grade, vamos veiculá-lo em data e horário favoráveis para reunir a família em torno de um grande espetáculo e trabalhar a divulgação do evento e da construção de personagens/atletas nos telejornais da nossa programação”, explicou o executivo da emissora. “É a construção de um amplo projeto de longo prazo. É importante ressaltar que estamos investindo no MMA em plena pandemia. Nossa visão é daqui para o futuro”, concluiu Franz.