Sem lutar desde dezembro do ano passado, quando derrotou Quinton “Rampage” Jackson por nocaute no primeiro round, Fedor Emelianenko pode estar próximo do seu retorno ao Bellator, organização onde está desde 2017. Atualmente com 44 anos, o russo testou positivo para Covid-19 no início do ano e chegou a ser internado, mas se recuperou e já vem treinando nas últimas semanas visando o seu próximo desafio.

Presidente do Bellator, Scott Coker conversou com o site MMA Junkie e afirmou que pretende se encontrar com o “Último Imperador” na semana que vem para acertar os detalhes em relação à próxima luta de Fedor, que está na reta final de sua trajetória nas artes marciais mistas. O russo, por sinal, estreou em 2000.

“Ele está muito melhor (da Covid), pronto para treinar e se preparar. O Fedor vai lutar aqui nos próximos meses, acredito eu. Vou encontrá-lo quando ele chegar na semana que vem. Fedor está vindo com o Vadim Nemkov (campeão meio-pesado que luta no próximo dia 16 de abril, contra Phil Davis). Terei a chance de sentar e conversar com ele. Vou me certificar de que estamos na mesma página quanto ao tempo de tudo isso. Estou pensando em setembro ou início de outubro para que vocês vejam Fedor no cage novamente”.

O mandatário também falou sobre possíveis adversários para a lenda russa dentro da organização e citou, especificamente, Junior Cigano e Alistair Overeem, que foram dispensados este ano pelo UFC – e seguem livres no mercado. Ciente de que ambos estão em fase final de carreira e já possuem trajetórias consolidadas no MMA, Scott declarou que não pretende firmar longos acordos com os atletas, mas deixou claro que está disposto a conversar com o brasileiro e o holandês caso eles queiram fazer “superlutas”.

“Não vamos assinar com esses caras para, tipo, um contrato de dois anos, seis lutas ou algo assim. Eles fizeram tudo. Eles já se provaram, são lendas do esporte. Mas o que direi é que temos lendas do esporte aqui também. Com certeza, Junior Cigano e Alistair Overeem seriam muito interessantes para mim (visando possíveis lutas contra Fedor), mas ainda estamos muito longe de fazer isso acontecer. Porém, se eles (Cigano e Overeem) estiverem abertos a isso, o que posso dizer é: ‘Olha, se você conseguir um contrato exclusivo em outro lugar, ótimo. Se você não puder e quiser apenas fazer superlutas, a porta está aberta’. É a ideia”, disse.

Outro forte indício de uma possível chegada de Junior Cigano vem do site russo “Tele Sport”, que nos últimos dias revelou que o ex-campeão peso-pesado do UFC pode estar perto de fechar com o Bellator e seria o favorito para encarar Fedor em sua luta de despedida do MMA, na Rússia, já com público presente na arena.