Rogério Bontorin aceita oferta para lutar no card do UFC 262 e diz: ‘Foi um pedido especial da organização’

Publicidade

Vindo de dois tropeços consecutivos no UFC, o peso-mosca paranaense Rogério Bontorin disse “sim” à oferta da organização para enfrentar o norte-americano Matt Schnell na divisão dos galos, no próximo dia 15 de maio, no card do UFC 262, em Houston, no Texas (EUA).

“Peguei essa luta com apenas 20 dias de antecedência porque foi um pedido especial do UFC, então eu não poderia recusar. Quando se luta no maior evento do mundo, você tem que estar sempre preparado, e eu estou”, explicou o atleta da Gile Ribeiro Team.

Rogério Bontorin vai para a sua quinta luta no UFC. Revelado no reality show “Dana White’s Contender Series”, ele venceu as duas primeiras lutas na organização antes das duas derrotas recentes. Dos seus 16 triunfos na carreira, 11 deles foram por finalização.

“Confio muito no meu Jiu-Jitsu. Meu oponente também venceu a maioria das lutas finalizando, mas nenhum dos lutadores que ele venceu tem o meu nível no chão. Essa luta tem tudo para se desenrolar no chão e isso é favorável para mim”, acredita o faixa-preta.

Adversário de Bontorin, Matt Schnell venceu cinco dos últimos seis combates que fez pelo UFC. Sua única derrota nessa série foi justamente para um brasileiro, Alexandre Pantoja, por nocaute, em dezembro de 2019.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade

Jiu-Jitsu