No próximo dia 10 de julho, dois eventos esportivos devem chamar atenção dos torcedores brasileiros. Enquanto a final da 47ª edição da Copa América acontece na Colômbia, o UFC 264 está marcado para o mesmo dia com algumas lutas interessantes. O evento vai contar com o retorno de Jennifer Maia, que não luta desde o ano passado, e também com a presença de Conor McGregor na luta principal. Será um teste para a organização de MMA, que deve disputar audiência com o torneio sul-americano de futebol.

A confirmação do evento veio ainda em março, quando Dana White assegurou a realização da trilogia entre Dustin Poirier e Conor McGregor. Apesar de o chefão não ter confirmado o local, o UFC 264 deve acontecer em Las Vegas (EUA), na arena que tem recebido algumas das lutas em 2021. O cartel do evento marcado para o dia 10 de julho vai contar com algumas disputas interessantes, principalmente no confronto da brasileira.

Após ter sido derrotada por Valentina Shevchenko no dia 21 de novembro de 2020, a curitibana de 32 anos vai finalmente voltar ao octógono em busca de uma nova oportunidade pelo cinturão no peso-mosca. Sua adversária será a norte-americana Jessica Eye, que também não conseguiu vencer a atual campeã e promete dar algum trabalho. Vai ser a primeira vez que as duas se enfrentam no octógono, com um duelo que certamente vai atrair os fãs brasileiros.

Com um histórico de 18 vitórias e apenas sete derrotas, Jennifer Maia se destaca no Ultimate pela precisão de striking, que chega aos 46% de golpes acertados durante as lutas. É um dos melhores índices na organização, o que a coloca como destaque do Brasil. Em entrevista realizada recentemente sobre essa disputa, ela se mostrou ansiosa para o retorno ao octógono. Maia acredita que o combate será bem atrativo para os fãs de MMA e também bastante equilibrado.

UFC ou a final da Copa América?

A disputa da organização pela audiência do dia 10 de julho é algo que deve acontecer com o UFC 264, principalmente entre os torcedores brasileiros. A próxima edição da Copa América de Futebol vai começar no dia 13 de junho e tem final marcada para acontecer no mesmo dia do estrelado card de MMA. Ou seja, se o Brasil conseguir chegar na final da competição, alguns torcedores podem ficar divididos entre os  eventos.

Essa situação, ao que tudo indica, tem grandes chances de acontecer, pois o Brasil é atualmente a equipe mais forte do Futebol sul-americano. Segundo as principais projeções das casas de apostas online para o Mundial de 2022, por exemplo, a Seleção Brasileira é a única equipe do continente que aparece entre as principais favoritas ao título. No dia 13 de abril, o Brasil surgia com 13% de probabilidade para ficar com a taça, deixando para trás França, Inglaterra, Bélgica e Alemanha. Isso significa que a final da Copa América tem grandes chances de contar com a equipe de Neymar, o que deixa o torneio ainda mais atrativa para os brasileiros. Os horários dos dois eventos não devem ser o mesmo, pois as lutas do UFC costumam acontecer na madrugada. Entretanto, a audiência também é algo importante antes mesmo do evento.

McGregor no octógono

Além da presença de Jennifer Maia, o UFC 264 também contará com o irlandês Conor McGregor para abrilhantar a noite. O lutador é um dos mais populares da organização e está confirmado para lutar no evento. O irlandês é uma máquina de conseguir audiência, e alguns números comprovam isso. No confronto contra Khabib Nurmagomedov, no UFC 229, em 2018, o pay-per-view vendeu cerca de US$ 2,5 milhões. É um recorde que mostra todo o potencial que se cria quando ele está no octógono. Por isso, o UFC 264 promete fazer uma disputa gigante com a Copa América.

Os fãs de esportes vão ficar atentos para o dia 10 de julho, que será especial para quem gosta de Futebol e também de MMA. A final da Copa América e o UFC 264 serão dois eventos imperdíveis, principalmente para os fãs brasileiros. Afinal, a torcida por Jennifer Maia e também pela seleção de Futebol será essencial.