Randa Markos ainda não superou a derrota por desqualificação para Luana Pinheiro no UFC Vegas 25, realizado no último fim de semana. A canadense acertou uma pedalada enquanto Luana estava de três apoios – o que não é permitido – e, com a brasileira sem condições de retornar após o golpe ilegal, viu o árbitro Mark Smith decretar o fim da luta. Nas redes sociais, Markos acusou a paraibana de “exagero”.

“Eu estou no jogo da luta há algum tempo e nunca lancei um golpe ilegal intencionalmente. É uma luta, mer*** estão destinadas a acontecer. Eu levei três dedadas no olho (que afetaram a minha visão) e nunca pensei por um segundo que eu não iria continuar. Tive um ótimo camp de treinamento com Travis Lutter, coach Shug e Justin Adams no Texas, e estava pronta para mostrar minhas habilidades para a maior promoção de lutas no mundo”, escreveu Randa em seu perfil no Instagram, que continuou com o desabafo:

“Sim, meu pé raspou nela, mas a inabilidade de continuar da minha oponente pareceu um pouco exagerada e suspeita. Eu a avisei depois da dedada no olho que eu não deixaria o cage sem uma vitória e ela roubou isso de mim, mas estou empolgada sobre o que vier na sequência. Tenho muito coração em mim que precisa ser liberado. Obrigado a todo mundo que me ajudou com esse camp. Eu amo todos vocês”, encerrou.

Randa agora tem quatro derrotas seguidas no UFC e fica em uma zona perigosa que pode decretar sua dispensa da companhia. Já a brasileira estreou com vitória na franquia, após brilhar no Contender Series.