Contratado pelo Ultimate em 2013, Ronaldo Jacaré não faz mais parte do plantel de atletas da organização. Nesta quinta-feira (20), o site Sherdog e a Ag. Fight confirmaram que o lutador brasileiro se tornou um “agente livre” após o UFC optar por não renovar o seu contrato, encerrado no último sábado (15), quando o brasileiro entrou em ação no UFC 262, em Houston (EUA), e foi derrotado por André Sergipano ainda no primeiro round.

Em sua última luta do contrato com o Ultimate, Jacaré ficou menos de quatro minutos dentro do cage. Faltando pouco para o fim do primeiro round, o faixa-preta de Jiu-Jitsu sucumbiu ao armlock encaixado por Sergipano e sofreu a primeira finalização em sua carreira no MMA. Além disso, o manauara precisou passar por uma cirurgia na última segunda-feira (17) depois de sofrer uma fratura no úmero, osso que liga a escápula ao rádio e ulna.

O revés para André Sergipano foi o quarto consecutivo de Ronaldo Jacaré no Ultimate, acumulando-se às derrotas sofridas para Jack Hermansson, Jan Blachowicz e Kevin Holland, respectivamente. Aos 41 anos, o lutador possui um cartel de 26 vitórias (sendo 14 delas por finalização) e 10 resultados negativos no MMA profissional, em carreira que teve início no ano de 2003.