* Sem lutar desde julho do ano passado, quando foi derrotado por Lerone Murphy, Ricardo Carcacinha passou por alguns “perrengues” desde então. Inicialmente, o brasileiro estava escalado para retornar ao Ultimate em março, contra Zubaira Tukhugov, mas viu a luta ser cancelada de última hora após seu adversário sofrer uma lesão. A organização agiu rapidamente e colocou Ricardo para lutar em abril, diante de Bill Algeo, mas faltando poucos dias para o evento, o paulista precisou sair da edição após testar positivo para a Covid-19.

Recuperado do vírus e ansioso para retornar ao cage, Carcacinha, enfim, entra em ação no próximo sábado (22), no card do UFC Vegas 27, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O adversário será o mesmo Bill Algeo, americano que vem de vitória em sua última luta, contra Spike Carlyle. Com 25 anos e um cartel de 14 vitórias e apenas três derrotas no MMA profissional, o brasileiro conversou com a TATAME e falou de sua expectativa para o confronto.

“Estou esperando, com certeza, a vitória, quero ter uma performance espetacular. Nesses últimos tempos, onde aconteceram essas coisas que eu não esperava, procurei me manter mais focado. Já são quase três camps, um atrás do outro, e tem sido um grande aprendizado. Estou treinando bem já faz muito tempo, tem um ajuste aqui, outro ali, e em relação ao adversário, tive mais tempo para estudar ele, até porque a luta já estava marcada antes, depois que a luta contra o russo foi cancelada. Agora é colocar a preparação em prática e conseguir uma boa vitória”, projetou o casca-grossa, que luta pelo UFC desde 2017.

Ao longo do bate-papo, o atleta fez uma análise do que espera do combate diante do americano, falou sobre a expectativa de lutar em um card que contará com outros dois atletas da equipe que integra atualmente, a Team Alpha Male (Raulian Paiva e Cody Garbrandt), e com uma filha prevista para nascer em outubro, comentou a respeito dos seus próximos planos visando o ano de 2021.

Veja outros trechos da entrevista com Ricardo Carcacinha:

– Análise da luta contra Bill Algeo

Deu para estudar muitas coisas dele, a trocação, a parte de Jiu-Jitsu. Sempre fazemos isso, sempre analisamos todas as áreas do adversário e vai dar para explorar muita coisa. É um cara completo, perigoso em muitas áreas, mas estamos prontos para tudo e estou mais perigoso ainda. Foquei bastante também na minha preparação, nas minhas técnicas e no que eu vou colocar em jogo dentro da luta. É aprimorar tudo o que venho trabalhando. É um oponente que casa bem com meu estilo, tem muitas aberturas para eu impor meu jogo. Tenho boas chances de finalizar ou nocautear, mas eu diria que essa luta vai para uma finalização a meu favor.

– Outros dois atletas da Team Alpha Male no card

Tendo o Raulian Paiva aqui, a gente fez o camp, praticamente, juntos, todos os dias. Essa energia brasileira aqui é muito boa, porque não é só o Raulian, tenho o Guilherme Faria me ajudando na preparação, o Fábio Pateta, o Allan Begosso, é um grande time brasileiro que está instalado na Team Alpha Male. A presença do Cody Garbrandt no mesmo tatame também foi muito importante. Estaremos em ação no mesmo card, na mesma frequência e isso, sem dúvida, trouxe ainda mais foco para a gente. Estamos prontos para trazer boas vitórias para a equipe.

– Próximos planos e filha a caminho

Tudo vai depender. Fico aqui com passagem marcada para voltar ao Brasil no dia 1º de julho, e se eu receber uma nova proposta de luta até lá, eu vou escolher ficar, obviamente. Mas se até lá, não me falarem nada, eu vou voltar para o Brasi, porque tenho uma esposa e uma filha a caminho, e eu não posso deixar de estar nesse momento do nascimento da minha filha. Se o UFC puder me ajudar e me arrumar uma luta nesse meio tempo, para eu conseguir voltar… Minha filha nasce em outubro, então eu espero estar lá pelo menos no mês do nascimento dela, ou um pouco antes, para acompanhar tudo. Mas se eu tiver que fazer o sacrifício aqui para poder fazer uma luta, vou ficar. Tudo vai depender do que o UFC vai me trazer depois dessa luta de sábado.

– Como você analisa seu atual momento no UFC?

Eu tenho que ser realista e humilde. Venho de uma derrota, então para mim, o mais importante agora é voltar com a vitória e depois pensar em qualquer outro passo. Sempre pensamento na vitória, mas eu vim para ser campeão e eu vou ser o campeão da categoria, não importa quanto tempo vai demorar e como vai ser. Esse é o meu objetivo e eu não vou deixar de acreditar nisso, eu vou chegar lá.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 27
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 22 de maio de 2021

Card principal (20h, horário de Brasília)
Peso-galo: Rob Font x Cody Garbrandt
Peso-palha: Yan Xiaonan x Carla Esparza
Peso-pesado: Justin Tafa x Jared Vanderaa
Peso-pena: Felicia Spencer x Norma Dumont
Peso-mosca: David Dvorak x Raulian Paiva
Peso-médio: Jack Hermansson x Edmen Shahbazyan

Card preliminar (17h, horário de Brasília)
Peso-pena: Ricardo Carcacinha x Bill Algeo
Peso-pesado: Ben Rothwell x Chris Barnett
Peso-meio-médio: Court McGee x Cláudio Hannibal
Peso-mosca: Bruno Bulldoguinho x Victor Rodriguez
Peso-pena: Josh Culibao x Yilan Sha
Peso-leve: Yancy Medeiros x Damir Hadzovic
Peso-leve: Rafael Alves x Damir Ismagulov

* Por Mateus Machado