Luana Dread saiu vitoriosa do duríssimo combate contra a compatriota Poliana Botelho no UFC Vegas 25, realizado no último dia 1º de maio, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Com a intenção de fazer pelo menos mais duas lutas este ano, ela já se colocou à disposição da organização para retornar ao octógono o mais rápido possível e já tem até uma possível adversária na mira: J.J. Aldrich, americana de 28 anos que vem de vitória sobre Cortney Casey em sua última luta.

“Nada pessoal contra a J.J., ela é uma ótima atleta, mas só por ela vir de vitória e não ser brasileira já seria um bom nome (risos). Se o UFC quiser, eu estou preparada. Nós duas estamos vindo de vitória, então é um duelo interessante. O que eu quero é lutar. É só o tempo de tirar os pontos e voltar para a academia”, projeta a atleta da Capital da Luta.

Foi a segunda vitória de Luana Dread em três lutas no UFC. Apesar disso, ela demonstra pés no chão e prega calma em relação aos próximos passos dentro da divisão dos moscas.

“Quero muito entrar no ranking da minha categoria, mas não foi dessa vez ainda. A Poliana Botelho é muito dura, mas também não era ranqueada, então vamos esperar as próximas lutas. Quero subir um degrau de cada vez na organização”, afirmou a paulista.