Claudio Hannibal volta a criticar ranking do UFC e dispara: ‘Quem quiser sair na porrada é só chamar’

Publicidade

* Fazendo parte do plantel do Ultimate desde 2014, Claudio Hannibal conseguiu se manter invicto na organização por anos e, entre lesões que o tiraram de ação por longos períodos, chegou a emplacar uma sequência de cinco vitórias consecutivas, uma delas sobre Leon Edwards, atual terceiro colocado no ranking meio-médio do UFC. No entanto, o brasileiro viu a boa série de triunfos chegar ao fim em outubro do ano passado, quando acabou sendo derrotado por James Krause na decisão unânime dos jurados. O revés, todavia, não apaga a trajetória construída pelo lutador na companhia, pelo menos na sua visão, e o fato de não estar atualmente no Top 15 do ranking de sua divisão, com cinco resultados positivos e um revés, é motivo de reclamação do faixa-preta de Jiu-Jitsu já há algum tempo.

Com luta marcada diante de Court McGee para este sábado (22), no card do UFC Vegas 27, em Las Vegas (EUA), Hannibal não esconde sua insatisfação com os critérios adotados pelo Ultimate na montagem do ranking de suas categorias e, em entrevista à TATAME, o brasileiro voltou a fazer críticas à lista dos melhores lutadores da categoria meio-médio, ressaltando seu histórico na organização ao longo dos últimos anos como razões claras para merecer uma vaga no Top 15 dos atletas entre a divisão até 77kg.

“Sem dúvida nenhuma, eu sou um dos melhores da categoria meio-médio, os meus resultados falam por si só e eu já venci o Leon Edwards, terceiro do ranking, Nordine Taleb e muitos outros. Sobre o ranking, de repente eu não tenho o ‘hype’ que outros ranqueados tem. Não tenho um campeão que fala sobre mim, não tenho um parceiro de treino que seja campeão do UFC e fale sobre mim. Isso do ranking é muito sobre hype, vai muito se você tem um cara que foi campeão ou é campeão e fala de você na mídia. É muito esquisito. Mas a galera do ranking que estiver lendo essa entrevista, se quiser sair na porrada comigo, é só me chamar, estou pronto. Estou louco para chegar nesse ranking e arrancar a cabeça de todo mundo rumo ao topo”, disparou o atleta de 38 anos.

Após anos morando em Londres, na Inglaterra, Cláudio Hannibal retornou ao Brasil no ano passado e, para a luta contra Court McGee, fez sua preparação no Rio de Janeiro, onde contou com o auxílio de diversos atletas e até mesmo de Dedé Pederneiras, líder da renomada Nova União. Animado com o resultado final, o casca-grossa garantiu que foi o melhor camp já feito em sua carreira no MMA.

“Na realidade, eu não faço meu camp em Londres, faço na American Top Team. O que aconteceu foi que na minha última luta, eu treinei em Londres por não poder viajar por conta da pandemia, por não conseguir o visto. O camp no Brasil foi o melhor que já tive na minha vida, porque voltei às minhas origens, não tem nada melhor que sentir o calor do povo brasileiro, comendo a nossa comida e treinando com nosso povo. Foi um divisor de águas na minha carreira, um camp muito forte. Tive a supervisão do Dedé Pederneiras, do Daniel Piratiev, que cuidou do meu Wrestling e da preparação física, o Emerson Falcão me treinou no Muay Thai e no Kickboxing, enquanto o Ricardo Dias me auxiliou na parte do Boxe. Treinar no Brasil e na Nova União, que é um celeiro de campeões e repleto de talentos, foi muito prazeroso. Estou muito orgulho de ter conseguido concluir essa preparação”.

Confira outros trechos da entrevista com Claudio Hannibal:

– Análise sobre Court McGee, adversário neste sábado

Ele pode até querer amarrar a luta, mas eu sempre luto pra frente. Já lutei com outros caras que tentaram me segurar, tanto no Jiu-Jitsu quanto no MMA, mas eu sou um cara que ataca o tempo todo, não gosto de deixar meu oponente pensar. Vou para finalizar ou nocautear, é assim que eu vejo essa luta e vou em busca disso, com toda a certeza.

– O que considera que deu errado na derrota sofrida na última luta?

Aquele camp eu treinei em Londres, esse foi o meu primeiro erro. Mas não foi por culpa minha e nem porque eu quis, mas tive problemas com o visto, e isso aconteceu com diversos lutadores durante a pandemia, que tiveram o visto até mesmo cancelado. Fiz o melhor com o que eu tinha em Londres, que não é muito, e foi o que aconteceu. Lutei contra um dos maiores nocauteadores do UFC, que já nocauteou vários brasileiros, inclusive. Foi uma honra lutar contra ele, pude lutar com ele, na área dele, e não fui nocauteado. Tudo isso em meio a um camp com overtrainings e lesões. Mas isso não interfere em nada e a culpa foi minha por não ter finalizado ou nocauteado. Agora é bola pra frente. Perder, para mim, foi só um detalhe. Me deu ainda mais motivação e duas semanas depois eu já estava de volta aos treinos. Estou com muita sede de vitória e com muita vontade de lutar, eu treinei muito para estar aqui hoje.

– Após a luta deste sábado, quais são os seus planos?

Eu tenho uma vida em Londres preciso voltar para lá. Mas meu desejo é fazer três lutas esse ano, voltar a ter uma boa sequência de vitórias, e independentemente de onde eu treinar, sempre vou fazer o meu melhor, vou me superar. Não vou fazer planos para o futuro, ainda mais nesse momento de pandemia, mas estou focado em vencer a luta de sábado, o resto vamos vendo com calma depois. O que tenho de mais concreto é vencer no sábado, se Deus quiser, e fazer mais duas lutas.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 27
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 22 de maio de 2021

Card principal (20h, horário de Brasília)
Peso-galo: Rob Font x Cody Garbrandt
Peso-palha: Yan Xiaonan x Carla Esparza
Peso-pesado: Justin Tafa x Jared Vanderaa
Peso-pena: Felicia Spencer x Norma Dumont
Peso-mosca: David Dvorak x Raulian Paiva
Peso-médio: Jack Hermansson x Edmen Shahbazyan

Card preliminar (17h, horário de Brasília)
Peso-pena: Ricardo Carcacinha x Bill Algeo
Peso-pesado: Ben Rothwell x Chris Barnett
Peso-meio-médio: Court McGee x Cláudio Hannibal
Peso-mosca: Bruno Bulldoguinho x Victor Rodriguez
Peso-pena: Josh Culibao x Yilan Sha
Peso-leve: Yancy Medeiros x Damir Hadzovic
Peso-leve: Rafael Alves x Damir Ismagulov

* Por Mateus Machado

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade