Parado após passar por dificuldades causadas pela Covid-19, Khamzat Chimaev pode estar próximo de voltar a lutar pelo UFC. Em uma publicação em suas redes sociais no último domingo (9), o checheno naturalizado sueco revelou quando pretende entrar em ação no octógono mais famoso do mundo.

“Vou lutar em agosto nos meio-médios, setembro nos médios, novembro nos meio-médios e em dezembro nos médios. Estejam preparados”, escreveu o atleta, de 27 anos, que está invicto no MMA com nove vitórias contabilizadas em seu cartel.

Em seus três combates feitos pelo UFC desde que passou a integrar o plantel da organização, Chimaev estreou nos médios e venceu John Phillips em julho do ano passado, por finalização no segundo round. Dez dias depois, no segundo embate, ele derrotou Rhys McKee por nocaute ainda no primeiro assalto. Já em seu último confronto, em setembro, retornou à categoria até 84kg para superar Gerald Meerschaert por nocaute em apenas 17 segundos de combate. O sueco faria um confronto contra Leon Edwards, mas o mesmo acabou desmarcado em três oportunidades.

Chimaev se destacou no maior evento de MMA do mundo por conta de suas atuações em um curto espaço de tempo. Entretanto, o casca-grossa acabou prejudicado pelas consequências da Covid-19 ao ser infectado pelo vírus no final de 2020 e chegou até mesmo a “ensaiar” uma aposentadoria durante esse período. Depois de passar pelo momento conturbado, o sueco voltou a treinar no início desse ano.

Em março, por sinal, Khamzat Chimaev pegou os fãs de surpresa ao revelar que estava de volta e, junto com seu empresário, Ali Abdelaziz, o atleta afirmou que planejava seu retorno para julho, com adversário definido: Neil Magny. No entanto, isso não passou de especulação, pelo menos por enquanto, já que o americano lutou no último sábado (8), no card do UFC Vegas 26, onde derrotou Geoff Neal na decisão unânime dos jurados.