Um dos grandes nomes do Brasil na divisão dos médios dentro do cenário nacional, Irwing King Kong foi escalado para o seu segundo desafio em solo russo. Contratado junto ao SFT, evento no qual é campeão, o brasileiro vai encarar Magomedsaygid Alibekov pela edição 125 do show russo ACA MMA, que acontece no dia 29 de junho, na cidade de Sochi, Rússia. O lutador busca sua primeira vitória na companhia.

Após o revés que sofreu em sua estreia, em março, Irwing prometeu surpreender o rival, ex-campeão do Fight Nights Global, e o público na próxima apresentação: “A expectativa é a melhor possível. Ele é ex-campeão e tem um ótimo cartel, então vou corrigir alguns erros da última luta e fazer o que o público gosta”, garantiu.

Aos 32 anos, Irwing soma 16 vitórias e sete derrotas em 25 lutas profissionais. Campeão peso-médio do SFT desde que surpreendeu Rene Soldado e faturou o título da organização, ele agora espera vencer na Rússia para voltar ao Brasil com moral, para em seguida defender o seu cinturão pela primeira vez ainda em 2021.

“Tenho o meu cinturão para defender no SFT, mas infelizmente no Brasil está difícil lutar devido à pandemia do novo coronavírus. Porém, assim que o SFT retornar e me chamar, estarei lá”, projetou o lutador.

Apesar da derrota para Ibragim Magomedov por decisão unânime na estreia, Irwing demonstrou muita agressividade no duelo, arrancando elogios dos organizadores do evento. De todas as vitórias do brasileiro, apenas uma não veio por via rápida – nocaute/nocaute técnico ou finalização -, estilo de luta que agrada.

“Gostaram bastante do meu estilo, tanto de luta como pessoa. Eles acham que sou um desafio, tanto que me jogaram um ex-campeão na segunda luta. Então, vamos lá, bater o peso, depois bater no russo”, finalizou.

O duelo entre King Kong e Alibekov será válido pela categoria dos meio-médios. Além do paraense, Francisco Maciel é outro brasileiro que já está confirmado no card do evento que acontece no próximo dia 29 de junho.