Campeão do UFC relata dificuldades em treinos e cita Covid-19 como possível fator: ‘Me abalou’

Publicidade

Campeão peso-pena do UFC, Alexander Volkanovski foi diagnosticado com Covid-19 em março – quando tinha duelo marcado para defender o cinturão contra Brian Ortega – e precisou deixar o combate. O lutador teve uma recuperação mais lenta da doença e contou nas redes sociais que vem sofrendo com alguns problemas posteriores a infecção pelo novo coronavírus. Já recuperado, “The Great” disse que se “abalou”.

“Fiz um treino de força e depois fui para a bicicleta ergométrica. Vou te dizer, isso foi muito desconfortável. Eu não sei se foi esse ar congelante da Austrália, porque está gelado demais aqui, e nós viemos de Las Vegas, onde está muito quente. Nós tentamos levar até a bicicleta para o lado de fora (da academia)… me abalou demais. Eu não sei se isso foi por causa da covid ou só o frio, mas fiquei destruído”, relatou o campeão.

Volkanovski foi escalado para ser um dos treinadores do The Ultimate Fighter e vai enfrentar, ao fim do programa, Ortega. A final do TUF está agendado, inicialmente, para setembro. A última luta do campeão foi a revanche contra Max Holloway, quando saiu com o triunfo por decisão dividida, em julho de 2020.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade